9 termos de investimentos que você precisa conhecer – Conta com a gente

Educação Financeira 20/01/2017 | 5:25

Se você nos acompanha nas redes sociais, com certeza já ouviu falar nos produtos de investimentos do Banco Inter, como CDBs e LCIs. Com eles, aparecem termos do mercado financeiro como IGPM, lastro, Selic, indexador etc. Então, pra ajudar você a entender melhor o universo dos investimentos, criamos um minidicionário com os principais termos e siglas da área.

 

Selic

Certamente você já ouviu o termo “Taxa Selic” no jornal. A sigla significa Sistema Especial de Liquidação e Custódia. A Selic é a taxa básica de juros da economia no país e é utilizada nos empréstimos feitos entre bancos para financiamento de operações com duração diária e nas aplicações em títulos públicos federais.


CETIP

A CETIP S.A. – Central de Custódia e de Liquidação Financeira de Títulos – é a instituição integradora do mercado financeiro. Ela oferece serviços de registro, central depositária, negociação e liquidação de ativos e títulos a bancos, corretoras, seguradoras, financeiras, cooperativas de crédito, consórcios, entre outros.


CDI

CDI é a sigla para Certificado de Depósito Interbancário, um dos principais indexadores do mercado financeiro. Esse certificado permite que bancos emprestem e tomem empréstimos em outras instituições, além de ser o indicador para as rentabilidades do CDB e do LCI, podendo render uma taxa de juro variável ou fixa. A maioria das operações baseadas em CDI tem o prazo de um dia, mas em alguns casos esse tempo pode variar.


Liquidez Diária

Quando se diz que uma modalidade de investimento tem liquidez diária, isso significa que não há um prazo mínimo prefixado para retirar do valor investido, o resgate pode ser solicitado a qualquer momento.


FGC

FGC – Fundo Garantidor de Crédito é uma instituição privada que oferece proteção aos correntistas e investidores. Funciona assim: caso ocorra a falência, liquidação ou alguma intervenção no banco onde você tem investimentos, o FGC garante que você possa resgatar uma parte ou a totalidade do valor investido, em geral, até R$250.000,00 por investidor.


IGPM

O IGPM é o Índice Geral de Preços do Mercado. É um indicador de movimento dos preços, calculado mensalmente. Quem investe na modalidade LCI IGPM, por exemplo, tem seu rendimento atrelado a esse indexador, mais o cupom de juros.


IPCA

IPCA significa Índice de Preços ao Consumidor Amplo. Ele é um indexador medido mensalmente e tem o objetivo de informar a variação dos preços no comércio para o público final. O IPCA é considerado o índice oficial de inflação do país. Se você investe em LCI IPCA, por exemplo, o rendimento será atrelado a esse índice, mais taxa prefixada.


Lastro

Lastro é a garantia de ativos dos bancos, ou seja: se você investir em uma LCI, por exemplo, terá a certeza de que o banco detém em caixa o valor aplicado, o que torna a operação extremamente segura e lucrativa.


Renda Fixa

Renda fixa é um termo que se refere a qualquer tipo de investimento com regras de remuneração definidas, que estipulam o prazo e a forma como a remuneração será calculada e paga ao investidor.

Conhecendo esses 9 termos, o mundo dos investimentos se abre pra você, cheio de oportunidades para fazer o seu dinheiro render. Conte com a gente pra te ajudar a aproveitá-las.

 

Quais são as suas principais dúvidas na hora de investir? Deixe nos comentários. Nos próximos posts falaremos sobre as principais modalidades de investimentos.

Convide um amigo
para conhecer a
Conta Digital do Banco Inter