Troque a dívida cara por uma mais barata e alivie seu bolso!

Crédito Consciente 30/11/2017 | 11:44

A gente sabe que ninguém quer ficar com as contas no vermelho. Mas algumas vezes, os gastos em excesso podem nos levar a perder o controle e ficar no vermelho. Se você está nessa situação, uma alternativa para parar a “bola de neve” dos juros altos é trocar a dívida cara por uma mais barata.

Quer saber como fazer isso? então confira este post!

Renegocie sua dívida

A primeira coisa a ser feita é avaliar suas dívidas: entenda exatamente o que está pagando, incluindo os juros, impostos e quantidade de parcelas no saldo devedor. Solicitar um demonstrativo te ajudará a saber com precisão todos os detalhes desses débitos. Se perceber que está gastando muito com os juros de uma determinada dívida, renegociá-la deve ser prioridade.

Faça contato com a instituição financeira e tente negociar a taxa, ou o número de parcelas, por exemplo. E se sobrar um dinheiro no fim do mês, comece pagando a dívida com os juros mais altos.

Troque a dívida cara por uma mais barata

Muitos brasileiros utilizam o cartão de crédito por ser uma forma fácil e prática de pagar os gastos do dia a dia. Por outro lado, isso nos deixa mais propensos a exagerar nas compras e perder o controle do orçamento doméstico.

Evite acumular dívidas no cartão e entrar no rotativo, pois os juros dessa modalidade estão entre os mais altos do mercado. Segundo o Banco Central, a taxa de juros do cartão ficou em 332,4% ao ano em setembro.

Se você está devendo no cartão de crédito, uma dica é utilizar um empréstimo com garantia imobiliária para quitar essa dívida. Basta ter um imóvel comercial ou residencial regularizado em seu nome. Como o imóvel entra como garantia, os juros são muito inferiores ao rotativo do cartão.

No Banco Inter, por exemplo, há taxas a partir de 1,29% ao mês, mais IPCA. O processo é on-line e a liberação do crédito é rápida e sem burocracia. Você pode inclusive simular o empréstimo para ver como ficarão as parcelas.

O crédito consignado é outra opção interessante para quem procura juros mais baratos. Disponível para servidores públicos, aposentados e pensionistas, essa modalidade de empréstimo oferece taxas mais atrativas e prazos maiores, já que as parcelas são descontadas diretamente na folha de pagamento.

O crédito consignado do Banco Inter é rápido, sem burocracia e com taxas a partir de 1,70% ao mês. A contratação é 100% on-line e pode ser feita pelo aplicativo da conta digital, ou pelo nosso internet banking. Para fazer uma simulação, é só clicar aqui.

Agora que você já conhece opções de empréstimos mais baratos, vale lembrar que reduzir os juros de uma dívida não significa que ela deixará de existir. Ter disciplina para começar a poupar e gastar dentro dos seus limites é fundamental. Então fique atento às nossas dicas de educação financeira e #Contacomagente!

Tem outras dúvidas sobre taxas de juros e empréstimos? Então deixe seu comentário abaixo.

Convide um amigo
para conhecer a
Conta Digital do Banco Inter