Atualizado em 20/05/2019

Todo mundo tem sonhos e objetivos.

Fazer um curso, comprar uma casa, viajar…mas nem sempre é fácil organizar a vida financeira para que esses projetos saiam do papel.

Tem muita gente que vê o mês acabar e só então percebe que não conseguiu juntar nem um centavo.

Ou, pior ainda, que o salário não deu para pagar as contas.

Se você está nessa situação e não entende como isso acontece, pode ser que você tenha alguns pensamentos ou hábitos que são verdadeiros “sabotadores” das suas suas finanças pessoais.

Neste texto, você vai conhecer algumas dessas ideias prejudiciais e saber como se livrar delas.

1 – “Eu mereço…”

Certamente você merece mesmo uma blusinha ou celular novo. Mas nesses casos fuja da emoção e use a razão. Esses argumentos que você usa para se convencer, podem representar um risco: o da compra por impulso.

Deixar para comprar no dia seguinte, quando os ânimos se acalmaram e você pensou melhor sobre essa compra é a melhor saída para não se enrolar em dívidas.

Talvez, no dia seguinte, você nem se lembre mais do que queria comprar e vai ter a sensação de alívio por não ter assumido uma dívida desnecessária.

2 – “É só parcelar…”

O cartão de crédito é um grande aliado da sua vida financeira.

Ele é o meio ideal para parcelar compras e adquirir produtos mais caros, como eletrodomésticos ou passagens aéreas.

Mas é preciso ter cuidado e utilizá-lo de forma planejada.

Aquele pensamento de que “Parcelando dá para pagar” pode até servir de justificativa e te dar um conforto temporário.

Mas, de parcela em parcela, você pode acabar se enrolando com a fatura e cair no rotativo do cartão.

Por isso, fica a dica: não confunda o limite de crédito do cartão com a sua renda mensal.

E, na hora de comprar, faça as contas considerando o valor total do produto, e não uma das 12 “suaves prestações” que lhe foram oferecidas.

3- “Eu pago baratinho, não faz diferença.”

Sabe aquele plano de telefone do qual você não usa nem a metade da franquia?

Ou aquela academia que você não vai?

E aquelas tarifas bancárias que são descontadas todos os meses?

Todos nós temos algumas despesas que não fazem muito sentido, mas que às vezes deixamos de nos preocupar com elas ou porque o valor é baixo, ou por acharmos que dá muito trabalho correr atrás do cancelamento.

Dez reais aqui, cinco reais ali… e no fim do mês você deixou de economizar um dinheiro que poderia usar para investir em seus planos.

Por isso, fuja dos gastos invisíveis, que são um dos principais sabotadores da sua vida financeira.

Coloque suas despesas no papel, encontre e elimine todos esses “parasitas” do seu salário.

Só de fazer isso, você já economizará bastante.

E se as tarifas bancárias ainda são um vilão em seu orçamento, #Contacomagente!

Abra a sua Conta Digital gratuita  no Banco Inter e economize mais de R$ 1.000,00 por ano!

4- “Comprei porque estava muito barato!”

Aí você está no shopping, ou vendo seu feed nas redes sociais e aparece aquela super promoção!

Você nem estava pensando em comprar aquilo, mas estava tão barato…

Quem nunca fez isso? As promoções existem para atrair os consumidores mesmo.

Só que isso não quer dizer que você deve cair em tentação toda as vezes que ver um anúncio de desconto.

Antes de sair passando o cartão, pare e pense duas vezes na sua vida financeira: você realmente precisa do produto?

Ele cabe em seu orçamento?

Ah…E, como já falamos acima, não vale pensar só no valor da parcela!

5- “Mas eu gosto de sair com meus amigos ostentação…”

Você tem um amigo super animado, que gosta de sair sempre?

E que vez ou outra te leva para aquele lugar mais caro, e você acaba se arrependendo de ter exagerado nos gastos?

Por mais legal que ele seja, vá com calma, pois nenhuma amizade deveria prejudicar a sua vida financeira.

Tenha um orçamento fixo para lazer e não se deixe levar por impulsos.

Se os seus programas com uma determinada turma estão comprometendo suas finanças, procure diminuir a frequência, ou convide todo mundo para jantar ou fazer um churrasco em casa.

Pode ser até mais divertido e sai bem mais em conta!

6 – “Não peço desconto de jeito nenhum”

Já pensou que pedir desconto pode ser uma forma de economizar e ainda ter um dinheirinho a mais no fim do mês?  De desconto em desconto você vai juntando um dinheiro que não esperava.

É bom lembrar que muitos estabelecimentos já costumam incluir uma margem para conceder esses descontos em pagamentos à vista.

Não custa nada deixar a vergonha de lado e tentar um descontinho. O resultado pode te surpreender.

7- “Só não junto dinheiro porque ganho pouco”

Esta é uma desculpa comum.

Mas é possível, sim, juntar dinheiro mesmo ganhando pouco.

Você só precisa mudar alguns hábitos de consumo, cortar despesas desnecessárias e criar uma rotina para começar a poupar.

E se você acha que investir é coisa para quem tem muito dinheiro, saiba que, economizando R$ 30,00, já pode investir em Tesouro Direto, por exemplo.

E se juntar R$ 100,00, pode aplicar em LCI, ou CDB.

 8 – “É muito complicado mexer com investimento…”

Outra desculpa que não cola.

Em sites e páginas como o blog #Contacomagente, você encontra tudo o que precisa saber sobre investimentos.

Basta conferir os textos disponíveis na web para entender, por exemplo, que a maioria das aplicações de renda fixa são tão simples e seguras quanto a poupança. E mais rentáveis!

Além disso, no Banco Inter você pode fazer simulações e investir direto pelo internet banking ou pelo app da Conta Digital.

Ou seja, não tem desculpa para continuar deixando seu dinheiro parado, não é mesmo?

9 – “Não gosto de planejar! Prefiro aproveitar o momento”

Tem gente que só de ouvir falar em economizar e investir para o futuro já torce o nariz: “Eu não. Prefiro ser feliz hoje do que ficar economizando”.

Mas quem disse que não dá para aproveitar a vida e conseguir poupar dinheiro?

Você só precisa organizar sua vida financeira, ter um orçamento doméstico e criar o hábito de poupar pelo menos uma parte dos seus rendimentos todos os meses.

E você nem precisa comprometer uma grande parte da sua renda. Começando com apenas R$ 5,00 por semana, você já consegue, por exemplo, juntar R$ 7 mil reais em um ano!

Não acredita? Então confira o nosso desafio das 52 semanas.

Agora que você já conhece alguns pensamentos que estão atrapalhando sua vida financeira, que tal começar a cuidar melhor das suas finanças, cortar despesas desnecessárias e investir em seu futuro?

Você pode começar ficando livre das tarifas bancárias! É só abrir a sua Conta Digital do Banco Inter!