All posts by Carol Mansur

Por que contratar um plano odontológico?

Já parou para pensar na importância do seu sorriso? Um sorriso bonito encanta e deixa uma ótima primeira impressão, mas muito além de um belo cartão de visitas, a saúde bucal é essencial para uma vida saudável.

Usamos nossos dentes para nos expressarmos, para nos alimentarmos e até mesmo para comunicação. Para uma fala clara, bem articulada e com sons bem pronunciados, os dentes têm papel fundamental.  

A boca é a porta de entrada para comidas e bebidas deliciosas, mas também pode ser entrada de bactérias e doenças perigosas. Os cuidados básicos com nossa saúde bucal são ensinados desde sempre, mas e quando algo foge do controle ou alguma emergência acontece?

Contratar um plano odontológico é uma precaução necessária para que nestes momentos inesperados seja fácil, seguro e barato encontrar o tratamento ideal que você e sua família precisam.

Super rede credenciada

O ideal é ter um dentista com quem você possa se consultar regularmente. Mas se esse não for o seu caso ou se surgir uma emergência, ao contratar o seguro odontológico você passa a ter acesso à uma super rede credenciada.

O Banco Inter, em parceria com a MetLife, oferece um plano odontológico com mais 45.000 dentistas conveniados e 10 especialidades como: clínico, urgência, odontopediatra, periodontista, endodontista.

Ah, e se na sua cidade não tiver atendimento de urgência credenciado MetLife, você poderá solicitar reembolso.

Preço que cabe no bolso

Certos procedimentos odontológicos podem ser muito caros e extrapolarem o seu orçamento. Ao contrário de um atendimento particular convencional, o proteção odontológica oferece planos com pagamento mensal e a possibilidade de realização desses procedimentos sem custo adicional.

É  importante sempre consultar a cobertura de sua proteção e quais os tratamentos ele engloba. No plano odontológico do Banco Inter em parceria com a MetLife, por exemplo, os planos são a partir de R$ R$ 37,90 mensais, por pessoa, e englobam as seguintes coberturas:

Facilidade na contratação

Foi-se o tempo em que para contratar um seguro você precisava ir até a seguradora e enviar um monte de papeis.

Agora já é possível fazer a contratação toda pelo seu celular, sem burocracia. No plano odontológico do Banco Inter, em parceria com a MetLife, você faz toda a contratação pelo app da Conta Digital e a carteirinha fica disponível em 72 horas depois do pagamento, no App ou site da MetLife.

Tratamento perto de você

Saiu de férias e teve aquela dor de dente? Relaxa! A gente nunca sabe quando vai precisar de cuidado extra, mas com um plano odontológico como o do Banco Inter, em parceria com a MetLife, dá para ser atendido em todo Brasil.

Com o sistema “ache fácil”, o cliente envia uma SMS para o portal da MetLife e encontra o dentista conveniado mais próximo do CPF que está.

Ainda tem dúvida sobre o plano odontológico Banco Inter?

Confira as principais perguntas e respostas sobre a nossa proteção em parceria com a MetLife:

1) Posso fazer o plano só para o dependente?
Não, você terá de ser o titular e irá incluir os dependentes que desejar.

2) Após a adesão é possível incluir dependentes?
A inclusão de dependentes só pode ser realizada após a adesão, considerando a seguinte regra: caso nasça um filho e/ou adoção até 12 anos ou você se case. Em até 30 dias de um dos atos acima, a adesão será sem carência. Após estes prazo, contam-se os prazos normais.

3) O plano tem prazo?
Sim. Tem vigência de 1 ano, com renovação automática.

4) Qual a idade mínima e máxima para inclusão de dependente?
Para dependentes filhos, enteados e tutelados a idade é até 24 anos. Para o cônjuge não existe limite de idade.

5) Não sou casado no papel. Posso incluir meu parceiro(a)?
Caso tenha união estável, sim.

6) Estou com dor de dente, preciso esperar a carência?
Em caso de dor, após as 24 horas da adesão, você já pode usar a urgência.

7) Fazendo o plano agora, começa a valer quando?
A partir das próximas 24 horas, após a confirmação do pagamento, para urgência em caso de dor;
– 90 dias para demais procedimentos;
– 180 dias para coroas unitárias.

8) Se eu quiser incluir meu dentista, como faço?
A inclusão é possível sim, desde que ele procure o site da Metlife e peça o credenciamento. Ele será avaliado, segundo os critérios técnicos da Metlife, e será realizada uma negociação contratual entre as partes.

9) Qual o valor do Reembolso?
Varia de acordo com cada procedimento e tabela existente nas condições gerais do seu plano no site www.metlife.com.br.

10) Preciso pagar algo para o dentista?
Com o seu plano odontológico, você não deve fazer nenhum pagamento pelos procedimentos cobertos. Se você receber alguma cobrança, relate imediatamente à MetLife.

Agora quer você já conhece todos os motivos para sorrir com seu plano odontológico, que tal contratar um plano que une inovação e mais de 150 anos de experiência para cuidar de você?

Acesse o app do Banco Inter e contrate essa proteção para você e para sua família.


Vai sacar o FGTS? Veja como investir R$ 500

No dia 24 de julho, o governo federal anunciou a liberação de saques de R$ 500 por conta do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço). Se você pretende sacar o FGTS, mas não sabe o que fazer com o valor, separamos algumas dicas para te ajudar a utilizar melhor esse dinheiro.

Para começar, é bom lembrar que os saques podem ser feitos a partir de setembro e valem para contas ativas (emprego atual) e contas inativas (empregos antigos). Por isso, já está na hora de se planejar para utilizar o dinheiro que sacar do FGTS.

Pague suas dívidas ou renegocie

Caso tenha dívidas, o mais indicado é que ao sacar o FGTS você utilize o dinheiro para pagar o que está devendo ou para tentar uma renegociação e diminuir o valor da sua dívida.

Enquanto sua dívida está em aberto, você paga juros. E ter esse valor em mãos pode te ajudar a negociar um desconto na hora de pagar as dívidas e, principalmente, a se livrar dos juros que aumentam ainda mais o seu débito.

Está com a vida financeira organizada? Invista!

Se estiver com a vida financeira em dia, o mais recomendado é investir o valor que sacar do FGTS. Mesmo que a quantia seja pequena, lembre-se que essa é uma oportunidade de aumentar as suas economias.

Em 2017, o rendimento do FGTS foi de apenas 3% ao ano, mais Taxa Referencial (que está em 0%), mais 50% do  lucro anual do fundo (que está em 1,72%). E como há outras opções de investimentos mais rentáveis e com melhor liquidez, a recomendação é investir em outros produtos.

Escolha produtos com rentabilidades superiores a do FGTS

Se você nunca investiu, uma boa alternativa é aplicar o seu dinheiro em alguns produtos de Renda Fixa, que rendem mais que o FGTS e são seguros. Entre eles, o CDB de Liquidez Diária do Banco Inter ou LCI DI. Veja abaixo um comparativo.

Vamos comparar?

Se optar por aplicar R$ 500 em CDB, no final de 20 anos você terá  cerca de R$ 1,5 mil. E se aplicar R$ 500 em LCI, terá em 20 anos cerca de R$ 1,7 mil. Assim, triplicaria o investimento feito. Mas caso permaneçam no FGTS durante os mesmos 20 anos, o valor alcançado (considerando a taxa atual) seria de apenas R$ 1,2 mil.

Viu como dá para ganhar mais dinheiro escolhendo os produtos adequados? Mas antes de escolher em qual produto aplicar, é importante considerar todas as características do investimento escolhido: se tem desconto de IR e qual o prazo para vencimento. Tudo isso pode impactar nos seus ganhos.

Tem dúvidas sobre qual produto escolher? Abaixo te explicamos os detalhes de cada um deles para você optar pelo que mais combina com seu momento de vida e seus objetivos financeiros.

Saiba como funciona cada tipo de investimento

CDB

Certificado de Depósito Bancário (CDB) é um título emitido por bancos, que querem captar recursos para suas atividades. Ao investidor, oferece baixo risco e boa rentabilidade. No Inter, ele rende a partir de 100% do CDI (que atualmente está em 6,4% ao ano) e tem liquidez diária. Ou seja, você pode resgatar quando quiser.

Vale lembrar que ao resgatar você paga Imposto de Renda sobre o que o seu dinheiro rendeu. O desconto é regressivo e diminui conforme o tempo que o valor ficar aplicado.

LCI

As Letras de Crédito Imobiliário (LCIs) são títulos emitidos por bancos, com o objetivo de garantir empréstimos ao setor imobiliário. Esse é um investimento seguro e a principal diferença em relação ao CDB é que não tem Imposto de Renda sobre os rendimentos. A LCI DI tem esse nome porque rende um percentual do CDI.

Nessa modalidade, antes de aplicar o seu dinheiro, você deve escolher por quanto tempo quer deixar o valor investido: de 90 a 1080 dias. É preciso ser organizado planejado para não mexer no dinheiro no período em que ele estiver rendendo. Se realizar um resgate antecipado, fora da data de vencimento do título, pode prejudicar seus ganhos.

LCI IPCA

Essa é uma opção de investimento para longo prazo. Ao imobilizar o seu dinheiro por períodos mais longos, de 3 a 5 anos, a LCI IPCA garante rentabilidades superiores. Nesse tipo de investimento, as taxas de rentabilidade são mais atrativas. Isso porque o investidor recebe no fim do contrato um percentual mais a taxa IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo), o que garante ganho real além da inflação. Importante: O IPCA é considerado o principal indicador para a taxa de inflação no país.

Previdência Privada

Esse é um produto muito indicado para quem pretende se preparar para a aposentadoria. Ele pode te ajudar a formar uma reserva para o futuro (inserir link) e, por ser um investimento de longo prazo, é importante se planejar para realizar depósitos todos os meses, por um período maior. Pelo app, na Plataforma Aberta Inter, você pode realizar inúmeras simulações e optar, inclusive, por fazer um aporte inicial, que pode ser os R$ 500 do FGTS e ainda definir um novo valor a ser descontado na sua conta todos os meses. Lembre-se que ao sacar o dinheiro você também paga Imposto de Renda sobre os rendimentos.

Fundo Primus

O Primus é um fundo composto por ativos de Renda Fixa, com baixa volatilidade. Por isso, é mais indicado para perfis conservadores e ideal para quem deseja formar sua reserva de emergência. O valor mínimo para aplicação e resgate é de R$ 100. E os resgates podem ser feitos em D+0. Ou seja, o valor é creditado em conta no mesmo dia caso seja solicitado até às 13h30.

Para começar, use a Plataforma de Investimentos Inter

Ficou interessado e quer começar a investir agora mesmo? A PAI, a Plataforma Aberta Inter, permite ao correntista investir em todos os tipos de produtos, sem intermediários, de onde estiver, com alguns cliques. A PAI funciona como um supermercado de investimentos, com vários produtos para o correntista  escolher.

Receba seu FGTS no Inter

E que tal receber seu FGTS em uma conta 100% gratuita e já começar a investir na Plataforma de Investimentos Inter sem complicação? Para isso, o primeiro passo é baixar o aplicativo FGTS em seu smartphone.

Em seguida, siga os passo abaixo;

  1. Abra o aplicativo FGTS e clique no botão laranja “Meus saques”, na parte inferior da página;
  2. Logo depois, clique em “Minha conta bancária”;
  3. Agora, clique em “Conta de outros bancos”;
  4. Insira seus dados corretamente;
  5. Na opção “Banco”, escolha a o Banco Inter;
  6. Insira corretamente o número da agência e conta, com o dígito verificador (DV);
  7. Confirme a operação.

Banco Inter e Cabify juntos para você

Você já sabe que o Banco Inter é um banco parceiro de verdade. Isso significa que estamos sempre pensando em novidades para facilitar o seu dia a dia. Entre elas, estão parcerias com descontos em diversos estabelecimentos e serviços.

A novidade da vez é que os correntistas do Banco Inter podem ganhar até 4 viagens com desconto na Cabify. Na prática, isso significa mais economia e conforto para você se deslocar por aí.

Para aproveitar o benefício, novos usuários Cabify, usando a função débito, devem usar o código INTERNOVO para ter uma corrida grátis (até R$ 20).

Quem já é cliente Cabify, deve usar o código INTERDEBITO para ganhar até 4 corridas com 10% de desconto.

Para aproveitar todas as promoções, fique de olho e acompanhe as ofertas disponíveis para os correntistas.

*A promoção é válida para os 10 mil primeiros usuários

6 dicas de planejamento financeiro para autônomos

Ter o próprio negócio exige disciplina e uma melhor organização das finanças. Sem os mesmos benefícios de quem trabalha no regime CLT, os autônomos precisam fazer um bom planejamento financeiro para conseguir sustentar o negócio e cuidar melhor do seu dinheiro.

Construir um bom planejamento significa conhecer muito bem os ganhos e gastos do seu negócio, mas também sua despesa pessoal. Também é importante conhecer seus planos para o futuro e saber como se preparar para organizar sozinho toda a sua vida financeira.

Tem muitas dúvidas sobre como fazer isso? Confira algumas dicas que vão te ajudar a olhar para o seu dinheiro de forma mais consciente.

 Neste post, você vai ler:
1- Separe suas finanças pessoais das despesas do seu negócio
2- Faça um raio-x das suas finanças
3- Use alternativas de crédito com inteligência
4-  Programe-se para: tirar férias, fazer uma retirada extra e se aposentar
5 – Invista
6 – Acompanhe seu planejamento de perto

1)   Separe suas finanças pessoais das despesas do seu negócio

A primeira dica é fundamental para você se organizar é: separe as finanças do seu negócio das suas finanças pessoais. Pode parecer óbvio, mas isso ainda leva muita gente às dívidas. Misturar os gastos gera confusão e quando você não sabe diferenciar os gastos, a chance de se enrolar é muito alta.

Uma forma de ter as contas separadas é abrir uma conta para Pessoa Física e outra conta para Pessoa Jurídica. No Banco Inter, ao abrir uma conta Pessoa Física, é possível solicitar a abertura de uma MEI ou Pessoa Jurídica pelo app. Também é possível aproveitar os benefícios da conta gratuita nessas contas e contar com taxa de juros atrativas para empréstimos.

Outro ponto importante é conhecer os seus planos. Pretende expandir o seu negócio, mas também quer fazer uma viagem de férias? Lembre-se de incluir isso no seu planejamento.. Liste todos os custos desse projeto, estabeleça um valor necessário, verifique os meios possíveis para isso (como solicitar um empréstimo, por exemplo), estabeleça um prazo para realizar o seu plano e não se descuide do seu controle financeiro.


2)   Faça um raio-x das suas finanças

Com seus gastos e ganhos organizados, é preciso iniciar o seu planejamento. Para começar, faça um raio-x das suas contas. Separe um tempo para fazer suas planilhas: uma para o seu negócio e outra para a sua vida financeira pessoal.

 Seja o mais detalhista possível e inclua as despesas fixas (aluguel, telefone e outras) e as variáveis (água, luz, cartão de crédito e etc). Também considere os ganhos e, ao final, veja se a conta está fechando. No caso da sua empresa, você também pode ter a ajuda de um contador para ter melhor clareza das finanças do seu negócio.

Se o orçamento não estiver fechando, esse levantamento pode ser uma oportunidade para identificar despesas desnecessárias, fazer cortes e economizar. Lembre-se que essa economia pode virar um investimento no futuro ou até mesmo uma reserva para emergências.

Nas suas planilhas, considere também os meses onde o faturamento costuma ser menor, ou aqueles meses onde há mais gastos. Em janeiro, por exemplo, há cobrança de IPVA e quem tem filhos precisará arcar com o material escolar. Tudo isso pode impactar nas despesas do mês.

3)   Use alternativas de crédito com inteligência

Empreendedores com conta PJ ou MEI tem à disposição uma série de alternativas para conseguir crédito. Entre elas, empréstimos, cartões de crédito, antecipação de recebíveis, crédito com garantia de imóveis e outros. Mas antes de recorrer a uma dessas linhas é preciso ter cuidado. Pense se você precisa mesmo dessa linha de crédito, lembre-se de considerar os empréstimos que já tem e, principalmente, o quanto paga por eles.

Conhecer a taxa de juros é fundamental para saber o quanto pagará pelo crédito ao final. Também é importante caso você queira trocar uma dívida cara por uma dívida mais barata, ou seja contratar um crédito mais barato para pagar suas dívidas.

Produtos de crédito são importantes para quem está à frente de um negócio e trazem vantagens se utilizados corretamente. No caso do cartão de crédito, é fundamental saber que essa pode ser uma boa alternativa para pagamentos, mas é importante não misturar as contas e nem extrapolar os gastos já que terá mais um cartão à disposição.

4)  Programe-se para: tirar férias, fazer uma retirada extra e se aposentar

Entre os principais benefícios de quem trabalha no regime CLT é ter férias, 13º e recolhimento de INSS garantidos. Quem é autônomo deve cuidar dessas questões por conta própria e mesmo sendo dono do seu próprio negócio dá para se organizar e ter esses benefícios.

Se quer planejar a sua aposentadoria, insira no seu planejamento as contribuições mensais para o INSS, pague uma previdência ou invista em títulos de longo prazo. É importante poupar para aproveitar o momento, mas também para garantir sua tranquilidade no futuro.

A mesma regra vale para quem quer tirar férias ou pretende fazer uma retirada extra, como ocorre com quem recebe 13º. O ideal é separar um valor por mês para cada uma desses objetivos. Especialistas indicam o valor reservado para isso não ultrapasse 10% da renda. Uma opção é aplicar esse valor em uma Previdência Privada ou investir em CDB ou LCI para fazer o seu dinheiro render ao longo do ano.

5) Invista

Depois de fazer o seu planejamento, percebeu que começou a sobrar um dinheirinho? Então nada de deixá-lo parado em conta ou escondido debaixo do colchão. Além de ser uma prática insegura, optar por deixar seu dinheiro parado pode te fazer perder dinheiro.

Uma dica é guardar o dinheiro usando um investimento que tenha liquidez diária (ou seja, que você pode resgatar a qualquer hora). Assim, seu dinheiro rende mais do que se estivesse parado e também começa a trabalhar por você, sem grandes esforços extras. Antes de escolher um investimento, verifique a taxa de rentabilidade, se há desconto de imposto de renda e qual o prazo para resgate (quando houver).

6) Acompanhe o seu planejamento de perto

Ao começar a acompanhar suas finanças de perto, você vai mudar alguns hábitos. O principal deles será cuidar melhor do seu dinheiro. Para que a mudança seja verdadeira, é fundamental que você passe a monitorar constantemente suas planilhas e seus gastos.

Fique sempre de olho nas suas despesas, nos gastos invisíveis e naqueles períodos sazonais onde seu orçamento pode ser menor que o esperado. Organize-se para atravessar esses momentos e para seguir o seu planejamento.


Para saber mais sobre como o Banco Inter pode auxiliá-lo no dia a dia da sua empresa, acesse o site e confira. Além da conta digital gratuita, autônomos tem à disposição uma série de produtos e serviços para facilitar a rotina do seu negócio.

Como ir além da poupança?

 Já reparou como as pessoas têm falado mais sobre investimentos? E quando surge o assunto, você logo pensa em como ir além da poupança e fazer o seu dinheiro render mais? 

 Se você ainda fica perdido e não entende bem todas as siglas e tipos de produtos #contacomagente para mergulhar no mundo dos investimentos . 

 Mas lembre-se: antes de começar a investir, é importante conhecer bem  todos os seus objetivos e hábitos financeiros. E, para isso, você deve responder algumas perguntas:

– Quanto você pode aplicar todos os meses?

– Para qual finalidade você está guardando dinheiro?

– Pretende realizar seu plano financeiro no curto, médio ou longo prazo?

– Você tem o hábito de resgatar o dinheiro aplicado ou o mantém investido por um prazo maior? 

 Com essas respostas na ponta do lápis, você pode começar a organizar seus investimentos. Ou seja, definir quanto poderá poupar todos os meses, por quanto tempo poderá deixar seu dinheiro aplicado e definir o melhor investimento para o seu perfil.

1) Crie o hábito de poupar todos os meses

Para começar, é fundamental criar o hábito de poupar. Uma boa estratégia é reservar 10% do seu salário todos os meses. E, se a conta ficar apertada, não desanime. Reduza o valor que pode guardar todos os meses para 5% do seu salário ou até menos, mas não deixe de poupar Assim como você paga suas contas do mês, assuma um compromisso com você mesmo. Lembre-se que no futuro quem vai usar esse dinheiro é você. 

 2) CDB ou LCI?

Com todas as perguntas respondidas, fica mais fácil dar mais um segundo passo e diversificar seus investimentos. E lembre-se: a escolha entre CDB e LCI sempre estará ligada aos seus objetivos. Se seus objetivos te permitem deixar o dinheiro aplicado por um tempo pré-determinado, como 90 ou até mesmo 360 dias, o mais indicado pode ser a LCI.

Mas se você pretende juntar um montante maior e gostaria de poder resgatar o seu dinheiro a qualquer momento, o mais recomendado é o CDB, que tem desconto de Imposto de Renda, conforme o tempo de aplicação. Assim, quanto mais tempo seu dinheiro ficar aplicado, mais ele rende. 

Essa regra, inclusive, vale para os dois tipos de investimento: quanto mais tempo seu dinheiro fica aplicado em CDB e LCI, mais ele rende.  

CDB

 Bem popular entre os investidores, ele se tornou uma opção tão conhecida quanto a poupança. Mas como muita gente ainda não entende o que é o CDB, a gente explica. CDB significa Certificado de Depósito, é um título de renda fixa, emitido por bancos que querem captar recursos para suas atividades com baixo risco e boa rentabilidade. No Inter, ele rende a partir de 100% do CDI, tem liquidez diária (pode ser resgatado a qualquer momento) e tem desconto de Imposto de Renda.

 E o que isso quer dizer? Que você paga imposto sobre o que o seu dinheiro rendeu. Assim, se você aplicou R$ 5.000, e seu dinheiro rendeu R$ 100 no período em que ficou aplicado, você pagará um valor sobre os R$ 100 e não sobre os R$ 5.000. E vale lembrar que o desconto é regressivo. Ou seja, diminui conforme o tempo em que permaneceu aplicado. 

LCI

 As Letras de Crédito Imobiliário (LCI) também estão entre os investimentos mais procurados depois da poupança. Isso porque é um investimento seguro e não tem Imposto de Renda. A LCI é um título emitido por bancos e é utilizada para garantir empréstimos dos bancos ao setor imobiliário. 

 A LCI tem rendimento ainda mais interessante, se considerado que não há desconto de Imposto de Renda. Uma aplicação de R$ 5.000 em LCI, por 12 meses, rende no Banco Inter a partir de 97% do CDI.

 Mas vale lembrar que nessa modalidade quanto mais tempo seu dinheiro permanecer aplicado, mais ele rende. E é preciso ter planejamento financeiro para não realizar um resgate antecipado, fora da data de vencimento do seu título, e prejudicar seus ganhos. 

3) Para planos de longo prazo

 Se seus planos são de longo prazo, como uma aposentadoria, a compra de uma casa, ou de outro bem, você pode investir em produtos que rendem por mais tempo e, por isso, exigirão maior disciplina, com aportes mensais ou não. 

 LCI IPCA 

Uma opção de investimento para objetivos de longo prazo, é a LCI IPCA, que rende por até 5 anos e também não tem desconto de Imposto de Renda. Assim, seu dinheiro fica imobilizado por mais tempo e possui taxas de rentabilidade bastante atrativas. Ao vencer o prazo do título, o investidor recebe o dinheiro em conta e pode reaplicar o valor imediatamente.

 Previdência Privada  

A Previdência Privada é uma alternativa segura e pode te ajudar a iniciar uma reserva para a sua aposentadoria de forma simples e programada. Mas, por ser um investimento de longo prazo, é importante se planejar para realizar os depósitos todos os meses. 

Todo mundo pode investir em um plano de Previdência Privada. Se você é correntista Inter, com a Plataforma Aberta Inter (PAI) pode contratar seu plano direto pelo aplicativo, a partir de R$ 50. 

 Outros investimentos 

 Além desses investimentos em renda fixa, há outras opções para os investidores com perfil menos conservador. Investimentos em renda variável, como ações e fundos de ações, são recomendados para os investidores dispostos a correr algum risco em troca de possíveis retornos mais altos. 

Ficou interessado? Continue acessando os conteúdos de Educação Financeira do blog e os vídeos no canal do Banco Inter no Youtube.  

Se tiver alguma dúvida, entre em contato com os nossos consultores pelo chat do app ou 3003 opção 3.

 Ainda não tem uma conta digital? Clique aqui e se torne correntista do Banco Inter agora mesmo. Na PAI, Plataforma Aberta Inter de Investimentos, você encontra muitos produtos para investir com total poder e autonomia. 

Conheça o gift card e outras novidades para facilitar sua rotina

No nosso app você encontra muito mais que um banco. Encontra produtos que fazem sentido para a sua vida e facilitam seu dia a dia. Uma dessas novidades é o recém-lançado gift card, o cartão-presente que chega trazendo mais praticidade e comodidade para os correntistas.

Neste ano, fizemos esse e outros lançamentos que vêm somando à nossa plataforma e a tornam ainda mais completa: além do gift card, entregamos o saque sem cartão em parceria com a Saque e Pague e o Rotativo Digital para os clientes de BH. 

Todas essas novidades só são possíveis porque levamos a sério nosso propósito: construímos uma relação de parceria com nossos clientes, ouvindo suas necessidades, para depois lançar novos serviços e produtos. 

Entre outros resultados dessa parceria que faz nossa #revoluçãobancária acontecer,  também estão lançamentos mais conhecidos como a poupança, a recarga de celular e várias outras atualizações que foram possíveis a partir do pedido dos próprios clientes.

 Ficou interessado e quer conhecer todas as nossas novidades e aprender a usar melhor esses serviços e produtos? Então vamos lá…

 1)  Gift card – o cartão-presente do Banco Inter 


Os clientes poderão contar com gift cards para diversos serviços. Entre as marcas já disponíveis estão Google Play, Spotify, Deezer, Xbox, Blizard, Looke, NetMovies, Level Up, Rixty e outros. Em breve, anunciaremos novas parcerias.

O pagamento pode ser feito nas funções crédito e débito e o valor do presente é escolhido pelo cliente. Após a confirmação, o aplicativo gera um código para a compra, que o correntista compartilha com a pessoa presenteada.

O valor presenteado pode ser utilizado para adquirir diversos serviços dentro das plataformas dos parceiros. Os créditos no Google Play, por exemplo, dão acesso a aplicativos pagos ou serviços premium em aplicativos gratuitos. O mesmo vale para o Xbox. Já no Spotify e Deezer, os créditos podem ser convertidos em assinaturas mensais.

Ao comprar um gift card, o correntista pode agora escolher se a compra é para ele mesmo ou pode presentear alguém.

Caso a opção escolhida seja de “presente”, o cliente pode personalizar o card, inserindo uma frase que deseja e escolhendo um dos nossos templates. Ao final da compra, ele consegue compartilhar com o presenteado a imagem e o código gerado do gift card.

 A entrada dos parceiros será realizada de forma gradual e novas marcas devem ser anunciadas.

2)    Saque sem cartão 

Outra novidade que chegou para facilitar a rotina dos correntistas é que agora, além dos caixas da rede Banco24Horasos clientes do Inter contam com um novo canal para saque e podem realizar o InterSaque – saque sem o cartão – em qualquer um dos 1.300 terminais de autoatendimento da Saque e Pague – empresa de tecnologia com rede de autoatendimento. 

Antes, apenas os terminais do próprio banco, em Minas Gerais, tinham essa tecnologia.

Como funciona?

O cliente sinaliza o valor que deseja sacar no menu InterSaque, no aplicativo do Banco Inter. Após realizado esse procedimento, é gerado um código numérico, validado pela senha do cartão, token por sms ou e-mail.

No terminal de autoatendimento da Saque Pague, será solicitada a confirmação do valor indicado; e, logo após, o dinheiro será disponibilizado.

3)    Rotativo digital para correntistas de Belo Horizonte 

O Banco Inter também passou a oferecer aos correntistas da região metropolitana de Belo Horizonte a oportunidade de comprar créditos do Rotativo Digital de BH diretamente pelo app da Conta Digital.

Para comprar, é simples, rápido e fácil. No menu principal do seu app você já visualiza a opção ‘Rotativo Digital BH’. Depois, é só clicar e escolher quantos rotativos quer comprar e começar a usar. Além disso, você pode cadastrar o seu veículo, excluir ou adicionar novos veículos.

Depois de realizada a compra, você pode ativar o seu rotativo pelo próprio aplicativo. É só marcar o tempo de estacionamento permitido para a área e também utilizar o bônus de 30 minutos.

Os correntistas do Banco Inter podem realizar a compra do rotativo na função débito, além do crédito. Atualmente, o aplicativo da Prefeitura só permite o pagamento via cartão de crédito ou boleto bancário.

Atualmente, a funcionalidade está disponível para quem mora na região metropolitana de Belo Horizonte, mas vale apenas para os rotativos utilizados na capital mineira.

Um banco completo

Além desses serviços, os correntistas do Banco Inter ainda encontram no app:  recarga de celular, seguros, consórcio de veículo, empréstimos (consignado, imobiliário, home equity: crédito com garantia de imóvel e outros), uma Plataforma Aberta de Investimentos (PAI), com a oferta de produtos do Banco Inter e de outras instituições, têm acesso a operações de câmbio, onde podem enviar ou receber remessas em dólar e muito mais. 

Viu só como além de 100% digital e gratuito, o Banco Inter é cada vez mais completo? Explore essas e outras funcionalidades no app e tenha muito mais que um banco na palma da sua mão, quando e onde quiser.

Veja como investir em fundos e ganhar dinheiro de volta

Se você é correntista do Inter, sabe que a gente está sempre lançando novidades para facilitar a sua relação com seu dinheiro e com seus investimentos. A última delas é o cashback para fundos de investimentos. Mas o que isso significa? Que agora ao investir em fundos de investimento você recebe parte do valor de volta.

Ou seja, quando você escolhe investir em um fundo pelo app do Inter a gente divide nossa receita de distribuição com você. E não estamos falando de pontos que vão acabar vencendo, é o bom e velho dinheiro de volta na conta. Na prática, é como se você tivesse um desconto na hora de investir e, consequentemente, ainda mais rentabilidade. 

Mas como o banco consegue devolver dinheiro para os clientes? Sem taxas escondidas e sem os intermediários, criando um processo mais eficiente para você investir. 

Entenda como funciona o cashback

Estamos devolvendo a metade da receita de distribuição dos fundos participantes do programa. Ou seja, parte do que recebemos da gestora do fundo no qual você aplicou será devolvido diretamente na sua Conta Digital.

Com essa novidade o Inter se torna o primeiro banco brasileiro a devolver aos clientes investidores uma parte do valor que em outras instituições financeiras seria destinado a intermediários, como corretoras e agentes autônomos. O valor será depositado mensalmente.

Como investir em fundos pelo app do Inter? 

Para facilitar a identificação de quais fundos contam com esse benefício, os fundos com cashback terão um selo específico. Já os clientes que já possuem aplicações em fundos participantes do programa só precisarão aderir ao termo de uso do cashback para começar a receber dinheiro de volta. Legal, né?

Ficou interessado e quer fazer seu dinheiro render mais? O cashback para fundos de investimento já está disponível na Plataforma Aberta Inter (PAI). É só acessar o app, clicar na área PAI Investimentos e investir agora mesmo. 

A PAI, nossa plataforma aberta que permite ao correntista investir em todos os tipos de produtos, sem intermediários, é um marketplace de investimentos, disponível para todos os clientes do Banco Inter no aplicativo da Conta Digital. 

Nela, você encontra fundos e uma grande variedade de produtos, de renda fixa e variável, próprios e de terceiros, além de um home broker sem taxa de corretagem. 

Entenda como funcionam os fundos de investimento

Para entender como funciona um fundo de investimento, pense no fundo como um prédio. Num fundo de investimento, os moradores são os investidores que se reúnem para aplicar em diversos ativos do mercado. 

O valor investido por cada pessoa é convertido em cotas, que somadas geram o patrimônio total do fundo. E os fundos também têm um gestor e administrador que cuidam dos interesses e estratégias dos cotistas, assim como o síndico de um prédio. 

O investidor faz as aplicações por meio do seu banco e corretora, mas o gestor, por ser um especialista, é quem decide quando e em qual ativo investirá o patrimônio do fundo. 

Cada fundo tem um valor mínimo de investimento, de movimentação e prazo de resgate. Mas todos eles têm grandes vantagens em comum para o investidor: a possibilidade de diversificar a carteira e de aplicar em produtos que exigiram um aporte individual mais alto e de longo prazo.  

Diversifique seus investimentos

Se você quer investir seu dinheiro em um fundo, acesse nosso app, confira todas as opções e pesquise sobre cada fundo para conhecer melhor seus objetivos, estratégias, rentabilidade e características. E, ao escolher um fundo que tem o selo de cashback, lembre-se de aceitar o termo de adesão que está dentro do app para começar a receber o dinheiro de volta. 

Como usar minha conta digital com segurança e evitar fraudes bancárias? 

Cada vez mais comuns, os golpes aplicados pela internet assustam. Estima-se que todos os anos milhões de brasileiros são vítimas de fraudes. Mas como se proteger e evitar surpresas? Separamos algumas dicas para você ficar atento aos perigos da internet que você nem imagina, redobrar os cuidados com seus dados e usar a sua conta digital com segurança.

Neste post você vai saber:

Como os fraudadores aplicam os golpes?
Quais são os principais golpes aplicados na internet?
Como usar minha conta digital com segurança?
Como o Banco Inter entra em contato comigo? 

Como fraudadores aplicam golpes pela internet?

Uma prática recorrente é utilizar canais digitais para enviar e-mails, links e sites falsos, além de ligações nas quais se passam por colaboradores de diversas instituições, inclusive bancos, e solicitam informações e dados pessoais aos clientes.

Os criminosos também atacam via SMS e WhatsApp com mensagens falsas e conseguem direcionar as vítimas para sites falsos, por meio dos quais capturam seus dados.

Quais são os principais golpes aplicados na internet?


1) E-mails falsos
Uma das práticas mais comuns é o envio de e-mails falsos. Neles, as vítimas são direcionadas a sites que simulam as páginas de empresas ou instituições bancárias, e que permitem aos fraudadores solicitar e capturar dados do usuário.

2) SMS e WhatsApp falsos
Por mensagens, oferecem prêmios e outras ofertas, induzindo a pessoa a clicar em links onde precisarão digitar dados pessoais como números do cartão de crédito e CPF.

3) Ligações falsas
Em ligações, os fraudadores simulam um atendimento e convencem as pessoas a digitar ou informar seus dados pessoais.

4) Sites falsos
Os criminosos criam sites falsos, que imitam com perfeição os sites de empresas e bancos, e conseguem visualizar os números de cartão, CPF e senha digitados nesse ambiente.

Como usar minha conta digital com segurança? 

  • Só baixe ou atualize o aplicativo do Banco Inter nas lojas oficiais (Google Play ou Apple Store);
  • Nunca forneça seus dados em ambientes fora do aplicativo oficial do banco;
  • O Banco Inter não solicita dados por telefone, SMS ou e-mail e nunca pede informações pessoais, como senhas de acesso;
  • Ao utilizar os canais de comunicação do banco, sempre verifique se está utilizando os canais oficiais (imagens de conta verificada + telefones e site oficiais).

Como o Banco Inter entra em contato comigo?

Você pode falar com o Banco nos canais oficiais: App, Internet Banking, telefone ou nas redes sociais oficiais do banco.

Para acessar o site do Banco, digite o endereço diretamente no navegador (www.bancointer.com.br).

Lembre-se: ao pesquisar o nome do banco no Google ou outros sites de busca, você poderá ser direcionado a uma página falsa.

Você vai receber e-mails do banco. Mas antes de clicar em qualquer link é importante verificar se os e-mails foram enviados pelo Banco Inter. Nossos e-mails são sempre enviados pelos domínios noreply@comunicacao.bancointer.com.br e noreply@bancointer.com.br

Se receber qualquer mensagem de outros remetentes, delete a mensagem e não clique em nenhum link.

Caso já esteja em contato com um atendente do Banco Inter, ele poderá perguntar o número do Token de Atendimento para confirmar sua identidade. Mas tenha atenção: verifique se a mensagem tem o texto “Token de confirmação de atendimento”. Muitas pessoas confundem esse número com o do Token de Transação, que autoriza outras movimentações na conta.

Percebeu que recebeu um e-mail falso, link ou direcionamento para acessar um site falso? Avise o banco pelo SAC para tomarmos as medidas necessárias.

Como posso me proteger dos golpes na internet?

Apenas forneça seus dados nos canais oficiais do Banco, dentro da área logada.

E-mails e sites falsos podem parecer muito com os reais. No entanto, podem conter pequenos erros de ortografia ou direcioná-lo para o outro site que podem conter indícios que se trata de um golpe. Fique de olho!

Não informe dados pessoais por telefone a não ser que você mesmo tenha solicitado algum tipo de atendimento;

Fique atento ao tipo de solicitação feita pelos atendentes via e-mail e telefone e desconfie de ofertas muito vantajosas ou urgentes feitas por telefone.

E sempre que tiver qualquer dúvida conte com nossa equipe de atendimento!

Reforma da Previdência: como não depender só do INSS?

Uma das notícias mais comentadas é a Reforma da Previdência, que traz mudanças para todos os brasileiros que ainda não se aposentaram. Mas o tema ainda gera muitas dúvidas: afinal é justamente no momento da aposentadoria que uma renda extra se torna necessária.

O texto que contém a Proposta de Emenda à Constituição e detalha algumas mudanças já foi entregue ao Congresso Nacional e, em breve, deve passar por votação. Mas afinal o que muda?

Entre as propostas, está prevista uma nova fórmula de cálculo do valor da aposentadoria. Assim, para receber o salário integral, ou seja 100% da média das contribuições, serão necessários 40 anos de contribuição.

Outra proposta é criar um sistema de capitalização para quem ainda não entrou no mercado de trabalho. Nesse modelo, as contribuições vão para contas individuais que serão administradas por fundos com o objetivo de conseguir melhor rentabilidade. 

Enquanto as discussões ainda estão concentradas no ambiente político, é importante ir pensando nos seus objetivos futuros. E, neste contexto, os investimentos surgem como uma boa opção para construir uma reserva para o futuro. 

 Uma das opções é a Previdência Privada e listamos alguns motivos para você conhecer melhor esse tipo de investimento e não depender só do INSS: 

1) Mais chances de ampliar suas fontes de receita 

Ao se aposentar, o valor recebido do INSS não será igual ao valor integral das suas contribuições. Assim, você pode ter uma renda bem menor quando solicitar o benefício e a previdência privada pode ser um bom ‘plano B’

2) Investimento seguro

A Previdência Privada é uma alternativa segura e pode te ajudar a iniciar uma reserva para a sua aposentadoria de forma simples e programada. Mas, por ser um investimento de longo prazo, é importante se planejar para realizar os depósitos todos os meses. 

 3) Acessível 

Todo mundo pode investir em um plano de Previdência Privada. Se você é correntista Inter, com a Plataforma Aberta Inter (PAI) pode contratar seu plano direto pelo aplicativo.

4) Invista a partir de R$ 50

É importante definir um valor para ser investido e escolher entre aportes mensais ou esporádicos na sua Previdência. E vale lembrar: quanto mais cedo começar a investir mais retorno você terá. 

5) Lembre-se dos descontos de Imposto de Renda  

Ao resgatar o valor investido, você pagará um imposto proporcional sobre a rentabilidade e sobre o período em que o dinheiro ficou aplicado. Por isso, é importante escolher corretamente entre o regime progressivo e regressivo de tributação. 

PGBL ou VGBL? Qual a diferença? 

Na modalidade da Previdência Privada PGBL – Plano Gerador de Benefício Livrevocê pode obter benefício fiscal no ano em que investir. Ou seja, se você tem renda tributável, faz declaração completa do Imposto de Renda e contrata a Previdência Privada PGBL, tem a chance de deduzir até 12% da sua renda bruta tributável anual, garantindo um benefício fiscal.

 Outro destaque dessa modalidade de investimento é que não há incidência de imposto semestral de 15%, também conhecido como come-cotas. 

 Já o plano Vida Gerador de Benefício Livre (VGBL) é indicado para quem não precisa declarar Imposto de Renda ou usa o modelo simplificado. A grande diferença está na tributação dos rendimentos no momento em que o cliente resgata o dinheiro. Nessa modalidade, o IR incide apenas sobre a rentabilidade que o dinheiro teve no período. Por isso, quanto mais tempo o dinheiro fica investido, menor será a tributação a ser paga. 

Como aposentar após a reforma da previdência?

Além da Previdência Privada, há outras opções de investimentos em Renda Fixa ou Renda Variável que também podem te ajudar a se aposentar com mais tranquilidade. Mas o importante é dar o primeiro passo. 

Renda Fixa 

Em Renda Fixa existe uma enorme variedade de produtos como o Tesouro Direto, Letras de Crédito Imobiliário (LCI) e Certificados de Depósito Bancário (CDB). Esses são investimentos tão seguros quanto a poupança, mas que têm maior rentabilidade. 

No Banco Inter, por exemplo, a rentabilidade do CDB de liquidez diária varia entre 100% e 102% do CDI, dependendo do valor  investido ou da participação em grupos de investimento. Já a LCI com prazo de 90 dias rende 90% do CDI. 

Mas existe uma diferença muito importante entre a LCI e o CDB, que você precisa conhecer antes de optar por um dos dois investimentos e que pode fazer seu dinheiro render mais: O CDB tem desconto de imposto de renda sobre o rendimento, enquanto a LCI é isenta. 

Dessa forma, uma LCI de 90 dias com rentabilidade de 90% do CDI, por exemplo, hoje equivaleria a um CDB de 116% do CDI, mantido pelo mesmo prazo. E, no final, toda a rentabilidade volta para você, sem descontos. 

Mas vale lembrar que antes de optar pela LCI ou pelo CDB você deve pensar no prazo em que você poderá deixar seu dinheiro aplicado para ampliar os seus ganhos. 

Renda Variável 

Já entre os exemplos de investimentos em Renda Variável, estão os fundos de investimentos e ações. Nesses tipos de investimentos, não é possível definir com antecedência um prazo ou rentabilidade para o valor investido. No entanto, eles podem ser uma boa opção para diversificar os seus investimentos e são mais indicados para os perfis menos conservadores. 

Planeje-se e invista 

Com todas essas possibilidades, chegou a hora de planejar seu futuro e responder algumas perguntas: qual é o seu perfil? Qual objetivo do seu investimento? Quanto você tem para investir? E por quanto tempo pode deixar seu dinheiro aplicado?

Respondidas as perguntas, é só começar! Aqui no Banco Inter, você tem autonomia para investir em qualquer um dos nossos produtos que mais combinam com você. Baixe o App, abra a sua Conta Digital e comece a investir agora mesmo.

Rotativo Digital BH com cashback: onde comprar?

Entre os principais benefícios da era digital, está a conveniência. Nada mais prático que resolver todas as pendências do dia a dia pelo celular, não é mesmo?

Se você é correntista do Banco Inter, mora em Belo Horizonte e já aproveita todas as vantagens de ter um banco completo na palma da mão, vai gostar de saber que agora pode comprar o Rotativo Digital BH direto pelo app. E, mais, você ainda poderá receber cashback direto na sua conta corrente.

Quer saber mais? Continue lendo o nosso artigo!

O que é o Rotativo Digital BH?

O Rotativo Digital BH tem a proposta de deixar o estacionamento mais simples e prático nas cidades, sendo possível comprar créditos para estacionar na rua de forma digital.

Estacionar nas vagas com o Rotativo custa R$ 4,40 com tempos de permanência na vaga de 1h, 2h, 5h ou 12h. O horário de funcionamento é de segunda à sexta, das 8h às 18h. Aos sábados, o horário é reduzido, de 8h às 13h. Aos domingos e feriados, não é necessário utilizar o rotativo.

É importante lembrar que a não conformidade do estacionamento com a legislação de trânsito é infração grave, pode gerar multa e remoção do veículo.

Como comprar o Rotativo no Banco Inter?

Para comprar, é simples e rápido, confira:

  1. No menu principal, vá para a opção ‘Rotativo Digital BH’;
  2. Se você ainda não é cadastrado, solicitaremos que você crie uma senha;
  3. Depois, cadastre o seu veículo, a placa, modelo e categoria;
  4. Agora, aperte o botão comprar e escolha a quantidade de rotativos você gostaria de efetuar a compra e a forma de pagamento (débito na sua conta digital ou crédito);
  5. Você pode cadastrar o seu veículo, excluir ou adicionar novos veículos.

Depois de realizada a compra, você pode ativar o seu rotativo pelo próprio aplicativo. É só marcar o tempo de estacionamento permitido para a área e também utilizar o bônus de 30 minutos que você ganha após cada crédito comprado.

Como ganhar cashback no Rotativo Digital BH?

Já pensou? Você compra o rotativo na sua conta digital, pode ativar o rotativo pelo app do banco e ainda recebe dinheiro de volta na conta.

A funcionalidade é válida para os correntistas do Banco Inter que residem em BH e também para os da região metropolitana de Belo Horizonte. Basta comprar os créditos do Rotativo Digital de BH diretamente pelo app da Conta Digital. Todos terão 10% de cashback direto na conta.

Se o pagamento for efetuado no débito, você visualizará o seu dinheiro de volta direto na sua conta digital, com a descrição “Rotativo Digital – BH”. Se a compra for feita no crédito, o lançamento será direto na fatura, com a mesma identificação.

Compra no débito: mais facilidade para comprar seu Rotativo Digital BH

Os correntistas do Banco Inter poderão realizar a compra do rotativo na função débito, além do crédito. Atualmente, quem compra o rotativo pelo aplicativo da Prefeitura pode realizar o pagamento apenas por cartão de crédito ou boleto bancário.

É importante lembrar que neste momento a função rotativo digital está disponível para utilização apenas em Belo Horizonte e na Região Metropolitana. Ele vale exclusivamente para os rotativos utilizados na capital mineira.

Se você ficou interessado, mas ainda não é correntista do Banco Inter, essa é uma boa oportunidade para conhecer todas as facilidades da nossa Conta Digital. Assim, você poderá utilizar diferentes serviços em um mesmo aplicativo.