All posts by Daniel Bandeira

Interpig para colorir no Dia das Crianças

O Banco Inter conta com um aliado imbatível na comunicação: o Interpig. O mascote está sempre nas nossas redes sociais levando dicas e informações para os interlovers. Ele também é muito antenado com os lançamentos de filmes, séries, além de fazer viagens e interagir com os clientes. 

Somada a toda essa simpatia, o Interpig ainda é lindo, fofo e muito parceiro. Isso tudo explica o porquê dele ser tão amado e querido pelos internautas. Todos os dias recebemos mensagens de pessoas pedindo um porquinho para chamar de seu. A gente não tem como mandar um brinde para todos os nossos seguidores, mas agora você pode personalizar seu próprio Interpig!

Nosso Interpig está pronto para ser colorido

Em comemoração ao Dia das Crianças, disponibilizamos várias ilustrações do nosso mascote para que você possa baixar e colorir, seja impresso ou no computador. Distribua para as crianças e depois conta pra gente como ficaram as obras de artes dos pequenos. Basta postar nas redes sociais com a hashtag #DiaDasCriançasInter.

Baixe as Ilustrações do Interpig em PDF

Juros pré-fixados e pós-fixados: qual a diferença e como escolher?

Você já realizou algum empréstimo ou até mesmo fez aplicações em renda fixa? Então é bem provável que tenha se deparado com termos como taxa de juros pré-fixados e pós-fixados. Entender o que elas significam pode ser fundamental na hora de fechar um contrato, pois cada uma tem suas vantagens e desvantagens. Tudo depende da situação e dos seus objetivos.

Para fazer a melhor escolha, fique sempre atento às opções de produto e qual se encaixa melhor às suas condições. Às vezes, os termos podem soar estranhos e causar confusão, mas pra isso você #contacomagente! Nesse texto explicaremos tudinho sobre essas taxas e quais as melhores situações para cada uma.

 

Qual a diferença entre a taxa de juros pré-fixados e pós-fixados?

 

Taxa de juros pré-fixados

 

Vamos começar pela mais simples! Nas taxas de juros pré-fixados você sabe exatamente os valores até o fim do contrato. Isso mesmo, aqui não tem surpresa no meio do caminho! No caso de um crédito, isso significa que o valor das parcelas será fixo. Já em um investimento com taxa pré-fixada você também tem total controle de cada centavo que renderá. Fácil, né?

 

Taxa de juros pós-fixados

 

Já as taxas de juros pós-fixados levam em conta índices de inflação e juros de curto prazo, como por exemplo TR, IPCA, IGP-M, entre outras. O que essas taxas têm em comum é que todas podem variar de acordo com a economia do país. Apesar da imprevisibilidade, essa taxa pode ser uma vantagem em algumas situações. Por isso, é sempre importante avaliar os prós e contras.

 

Qual taxa escolher?

 

No mundo das finanças é preciso sempre ter em mente que não existe o bom e o ruim. O que existe é o mais adequado para determinado objetivo e dentro de determinada condição. Afinal, o melhor para outra pessoa não necessariamente será o melhor para você.

Como estamos falando de taxas condicionadas pelo tempo e oscilação do mercado, é muito difícil afirmar qual é melhor. Na hora de escolher, você precisa considerar a estimativa de evolução, no caso das taxas pós-fixadas, e o valor da taxa de juros nominal oferecida em cada uma.

 

Empréstimos com taxa de juros pré-fixados

 

Imagina a cena: você pegou um crédito e se planejou a longo prazo para quitá-lo de acordo com suas condições financeiras. Pouco tempo depois, a parcela que você achou que seria em determinado valor passa por um reajuste maior que o esperado. Caso você não esteja preparado para lidar com essa situação, pode ter uma enorme dor de cabeça.

Normalmente a falta de previsibilidade da variação das taxas é compensada por taxas nominais mais baixas. Isso pode significar um valor de prestação mais barato no início. Contudo, a longo prazo as prestações podem sofrer reajustes altos, resultando em um valor real mais caro que o praticado em empréstimos com taxa de juros pré-fixados.

Sendo assim, na hora da aquisição é preciso ficar atento não só ao valor das prestações iniciais, mas também ao valor final. Outro ponto importante é avaliar seu perfil e condições de pagamento. Se você tem um perfil mais conservador e gosta de ter controle do quanto vai pagar por um empréstimo, optar por juros pré-fixados pode ser a melhor escolha.

 

Home Equity: crédito com garantia de imóvel e taxas pré-fixadas

 

No Banco Inter você conta com o Home Equity, uma modalidade de empréstimo com taxa de juros pré-fixados. Ou seja, não tem surpresa no meio do caminho: você sabe exatamente quanto vai pagar em cada parcela. Essa é uma das melhores opções para quem busca taxas pequenas e parcelas que cabem no bolso. Você pode solicitar crédito de até 50% do valor do seu imóvel e tem até 84 meses para pagar.

Quer saber como funciona o Home Equity? Saiba tudo sobre o crédito com garantia de imóvel. Você também pode fazer uma simulação e assim já começa a se planejar, que tal?

Ficou alguma dúvida sobre esse ou outro assunto, tem uma sugestão de tema ou simplesmente quer comentar sobre o conteúdo que acabou de ler? Então deixe um comentário abaixo! 😉

10 vantagens de se fazer um consórcio imobiliário

Para muitas pessoas, comprar a casa própria tem deixado de ser apenas um sonho graças ao consórcio. Essa é uma das opções de aquisição de imóvel mais práticas para quem quer sair do aluguel e não tem como dar valor de entrada.

A modalidade tem ganhado cada vez mais a cabeça dos brasileiros por conta das suas facilidades. De acordo com a Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios (Abac), o número de adesões ao consórcio imobiliário cresceu 18% em relação ao primeiro trimestre do ano passado.

Mas o que tem de tão vantajoso em fazer um consórcio de casa? Confira abaixo:

 

10 vantagens de se fazer um consórcio de casa

 

  1. Sem cobrança de juros

Esse é um dos grandes diferenciais do consórcio imobiliário. Os juros normalmente são cobrados em modalidades de crédito em que o banco empresta dinheiro ou quando o cliente atrasa algum pagamento. No caso do consórcio, as cartas de crédito são custeadas pelos próprios conveniados e não pelo banco. Por isso, não há cobrança de juros no consórcio imobiliário. Ah, só não confunda juros com taxa de administração, que é o valor cobrado pela administradora do consórcio para gerenciar os conveniados, cartas de crédito, sorteios etc.

 

  1. Sem entrada

Essa é outra característica que faz do consórcio uma das melhores opções, pois ter uma grande quantia para dar de entrada muitas vezes desanima quem quer comprar um imóvel. Afinal, nosso sonho de comprar a casa própria nem sempre vem junto com o momento em que temos uma grande quantia para a entrada.

 

  1. Mensalidades que cabem no bolso

Com um modelo de planejamento a longo prazo, ele possibilita parcelas com custo mais baixo. Assim fica mais fácil de pagar as parcelas, não é mesmo?

 

  1. Sem surpresas

Ao contratar o consórcio de casa você sabe exatamente o quanto pagará até o final, sem surpresas de juros embutidos ou outros produtos que vão surgindo no meio do caminho.

 

  1. Para usar de diversas formas

Com sua carta de crédito, você pode comprar um imóvel novo ou usado, residencial ou comercial, e até mesmo fazer reformas ou adquirir um terreno.

 

  1. Variedade de crédito

Existem diversos planos para escolher, de modo que você encontre aquele que melhor se adeque ao seu perfil. A carta de crédito pode ser no valor final do imóvel ou parte do valor. Essa diversidade permite que você possa se planejar de acordo com seu orçamento.

 

  1. Mais flexibilidade

A análise do cliente costuma ser mais rápida e flexível que em outros modelos compra de imóvel, facilitando para profissionais autônomos que não tem renda fixa e pessoas com restrição de crédito.

 

  1. Menos burocracia

Com uma análise mais flexível e um modelo de pagamento mais confortável, o consórcio de casa possui menos burocracia e, consequentemente, mais agilidade.

 

  1. Usar o FGTS para adiantar sua aquisição

Você pode usar o FGTS para lance, amortização ou quitação das parcelas. Assim, você consegue antecipar sua carta de crédito.

 

  1. Investimento para o futuro

Além de uma ótima maneira de comprar um imóvel, o consórcio é também um investimento seguro para seu futuro. Inclusive, nos últimos anos ele tem sido uma grande concorrência para a previdência privada, pois com a rentabilidade do aluguel você cobre a parcela do consórcio e ainda ganha uma renda extra.

 

 

O que observar na hora de contratar?

 

O consórcio imobiliário é uma boa opção para quem quer ter uma casa pra chamar de sua. Mas é preciso ficar atento às condições na hora de contratar para não ter dor de cabeça depois, como essas:

 

  1. Faça um negócio seguro!

Antes de fechar qualquer acordo, certifique-se que a administradora do consórcio está registrada no Banco Central. Pesquise também a reputação da empresa e procure referências. O consórcio imobiliário é um planejamento de longo prazo, então é imprescindível que você esteja com alguém que você possa confiar.

 

  1. Fique atento aos termos

Com o contrato em mãos, leia atentamente o documento e tire todas suas dúvidas antes de assinar. Também não pague nada sem que haja um contrato formalizado entre as partes.

 

  1. Só assuma compromissos que você consegue arcar

Verifique também se as condições ofertadas se encaixam com seu perfil, analisando as taxas, valor solicitado, prazo de pagamento e as formas de contemplação da carta de crédito. É importante lembrar que você deve continuar pagando as parcelas mesmo depois de premiado.

 

  1. Tome cuidado com golpes!

Infelizmente há muita gente que tenta se valer do sonho alheio para cometer crimes. Sempre desconfie de ofertas muito tentadoras, principalmente quando elas vierem acompanhadas de pedidos de pagamento antecipado. Alguns golpistas chegam a utilizar grandes sites para oferecer cartas de crédito de consórcio já contemplada. A venda da carta é até legalizada, contudo é preciso ter atenção quanto à idoneidade do vendedor. Alguns consórcios, como por exemplo o do Banco Inter, não intermediam esse tipo de venda. 

 

Como funciona o consórcio de casa?

O consórcio nada mais é que um grupo de pessoas, geridos por uma administradora, unidas pelo mesmo propósito: adquirir um bem. Confira como funciona e porquê contratar um consórcio imobiliário. Você também pode conferir mais detalhes no vídeo abaixo com Luana Domingos, Coordenadora de Vendas Digitais do Banco Inter:

 

Como contratar?

Como todo investimento, antes de contratar um consórcio de casa, você precisa se planejar! Você pode, exemplo, fazer uma simulação para avaliar as opções e encontrar aquela que melhor cabe no seu bolso. Confira também todas as condições do consórcio imobiliário do Banco Inter. Feito isso, agora é hora de começar a realizar o sonho da casa própria. Vamos lá?

Como funciona e por que contratar um consórcio imobiliário?

Se você não tem reserva para dar uma entrada no financiamento ou até mesmo comprar à vista, o consórcio imobiliário pode ser a saída para realizar o sonho da casa própria, reformar o apartamento ou ainda ter um escritório para o seu negócio.

Ele é uma ótima opção para quem tem dificuldade de juntar dinheiro por conta própria, pois te ajuda a criar a rotina de separar parte da sua renda para um objetivo específico. É como uma poupança com o objetivo de adquirir um imóvel.

A melhor hora para começar um consórcio é aquela em que você decide colocar em prática o plano de ter um canto pra chamar de seu. Existem diversas opções com valores e prazos que podem se adequar à sua realidade. E você não precisa de nada para começar. só vontade e, claro, um pouco de disciplina. Quer ver como é fácil? Acompanha o texto que vamos explicar tudo sobre o consórcio imobiliário.

Como funciona?

Imagine que você quer adquirir um imóvel, mas não tem dinheiro para comprá-lo à vista. Então você se junta a um grupo de pessoas que está na mesma situação. Todos os meses, cada conveniado contribui com certo valor, de modo que a quantia recolhida vale uma carta de crédito. Com essa carta na mãos, uma ou mais pessoas do grupo podem comprar suas casas. Como isso acontece?

Vamos explicar mais adiante, mas fica aqui o spoiler: as pessoas desse grupo, mensalmente, podem ser sorteados ou oferecer um lance fixo ou livre. Mesmo que você tenha sido contemplado no início do pagamento do seu consórcio, deve continuar pagando sua parte até que todos recebam sua carta de crédito.

Para que tudo ocorra de forma justa e organizada, uma empresa administrará os sorteios, os lances, as compras e a distribuição dos integrantes de acordo com o valor do crédito solicitado. Os conveniados pagam para essa empresa uma taxa de administração, que já vem inclusa no valor da mensalidade.

E é assim que funciona o consórcio imobiliário! Essa é uma das melhores formas de aquisição de imóvel para quem tem um plano um pouco mais a longo prazo e não tem tanta pressa para se mudar.

Entenda como funcionam os lances:

Para os mais apressadinhos, há também a opção de dar um lance para aumentar suas chances de premiação. Os tipos mais comuns são:
Lance livre: você pode fazer uma proposta equivalente ao número de parcelas que pretende antecipar de modo a tentar levar o prêmio.
Lance fixo: o valor é pré-estabelecido pela administradora. Por exemplo, no Banco Inter o lance fixo é de 20%  sobre o saldo devedor

Mais de um conveniado pode dar lance no mesmo mês. Neste caso, eles concorrem entre si para saber quem irá levar o prêmio. Quanto maior o valor, maior a chance. Contudo, muitas vezes o valor do lance não é o mais importante, mas sim momento em que é feito.

Em dezembro, por exemplo, você pode encontrar muita concorrência com os outros integrantes do grupo por ser um período em que as pessoas estão com mais dinheiro devido ao 13º, férias, entre outros benefícios. Já em meses com maior resseção financeira, você pode encontrar menos concorrência e, consequentemente, maiores chances de ser contemplado. É o caso de fevereiro, quando as pessoas estão pagando as despesas do início do ano, como viagens de férias e carnaval, além de IPVA, material escolar e colégio dos filhos.

Se você não tem dinheiro para fazer lances, não se preocupe, pois eles não são impeditivos para os sorteios. Assim, aqueles que querem e podem dar lances concorrem entre si, sem tirar as chances de contemplação de quem não tem.

Por que fazer um consórcio imobiliário?

Bem, agora que você já está familiarizado com os termos mais usados pelo mercado de consórcio e já sabe como ele funciona, confira os principais benefícios dessa modalidade.

Sem entrada

Uma das principais vantagens do consórcio é que você não precisa ter dinheiro guardado para começar. Você paga somente as mensalidades, um valor já pré-definido de acordo com o valor da carta de crédito solicitada. Assim, você não precisa adiar o sonho da casa própria porque não consegue juntar uma grande quantia para dar de entrada. Muito bom, não é?

Liberdade para usar seu crédito

Com sua carta de crédito em mãos você pode utilizá-la de diversas formas possíveis:

• Comprar imóvel novo ou usado, tanto residencial quanto comercial

• Construir ou reformar

• Adquirir lotes ou terrenos

Usar o FGTS para adiantar sua aquisição

Você pode usar seu fundo de garantia para dar um lance, antecipar o pagamento das mensalidades ou ainda como amortização das parcelas (redução do valor).

O consórcio do Banco Inter

Na hora de contratar, você precisa avaliar a oferta e reputação da administradora para garantir que está fazendo um negócio vantajoso e seguro. Pensando nisso, o Banco Inter se juntou com uma das maiores e mais experientes empresas do ramo, a Bamaq Consórcios. Além da solidez de ambas instituições, a parceria possibilitou a oferta de condições competitivas, veja só:

• Taxa de adesão: Isenta

• Taxa de administração: 22%

• Baixo valor  mensal

• Prazo estendido   para pagamento

• Mais chances de contemplação: sorteio, lance livre e lance fixo de 20%.

Ficou interessado nas vantagens do consórcio imobiliário? Então faça uma simulação e veja como começar a realizar o sonho da casa própria. No site do Banco Inter você encontra essas e outras informações e, se precisar de ajuda, você também #contacomagente aqui no blog: deixe suas dúvidas e sugestões nos comentários.

Vantagens também na hora de comprar sua moto ou carro

Já pensou se você pudesse contar com a mesma praticidade e segurança dessa modalidade para adquirir outros produtos? Então vem conferir se o consórcio é uma boa opção para quem quer comprar um carro ou moto.