O 13º salário vem aí e o pagamento dessa gratificação desafoga a vida financeira de muita gente, surgindo como solução para quem colocar as contas em dia.

Mesmo que o dinheiro já tenha como destino as compras de Natal ou aquela viagem de fim de ano, o indicado por especialistas é priorizar e organizar a vida financeira.

Atualmente, cerca de 60,7% das famílias brasileiras estão endividadas, segundo pesquisa da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC).

Para quem pretende quitar as dívidas ou reduzi-las, o ideal guardar o 13º salário e procurar taxas de juros atrativas para colocar fim ao endividamento e boas ofertas de renegociação.

Segundo especialistas, esse caminho garante mais tranquilidade ao permitir que você volte a guardar dinheiro, possa investir e consiga recuperar seu crédito.

Como começar?

O primeiro passo para isso é ficar de olho nas possibilidades de renegociação das dívidas.

No fim do ano, alguns bancos costumam oferecer opções vantajosas para quem quer pagar as dívidas e o ideal é aproveitar as condições para pagá-las à vista e até conseguir um desconto.

O cartão de crédito, por exemplo, aparece em primeiro lugar nos tipos de dívidas dos brasileiros, segundo a pesquisa da CNC.

No total, 77,4% das família entrevistadas afirmaram dever o cartão de crédito.

E, devido às altas taxas de juros do cartão, a tendência é que a dívida fique ainda maior ao longo dos meses.

Por isso, se você vai receber o 13º salário priorize as dívidas mais caras.

Entre elas, a do cartão de crédito, que no Brasil chegam a ter taxa de juros média de 330% ao ano, enquanto que no Banco Inter os juros são de 79,5% ao ano.

Reduzir a dívida usando o 13º salário também é opção

Caso o valor da sua dívida seja maior que o seu 13º salário, a dica é tentar reduzir o saldo devedor.

Assim, você pagará menos juros no futuro e poderá se planejar para pagar o restante da sua dívida em parcelas menores.

Nesse caso, um bom planejamento mensal também contribui para que você consiga encaixar e pagar as suas contas ao longo dos próximos meses.

Antes de assumir novas despesas, é bom lembrar que mesmo com os gastos típicos do fim do ano, a gratificação paga pelas empresas no fim do ano te dá a oportunidade de recuperar seu crédito no mercado e ainda poupar dinheiro.

Quitar a sua dívida pode ser o primeiro passo para ser um investidor e fazer o seu dinheiro multiplicar.

Ficou interessado e quer conhecer melhor os nossos produtos, serviços ou condições especiais que podem te ajudar a zerar as suas dívidas ainda neste ano?

Acesse o site www.bancointer.com.br e saiba mais ou entre em contato pelo telefone: 3003 4070, opção 2.