Dicas para organizar as finanças para os gastos de final de ano

Educação Financeira 18/10/2019 | 6:12

Período de festas chegando e, com ele, as confraternizações, presentes, viagens, contas e os gastos inevitáveis que temos todo fim de ano. Para que você não tenha surpresas desagradáveis e comece 2020 com o orçamento equilibrado, separamos algumas dicas que vão te ajudar a organizar as finanças para o final de ano.

Com toda essa economia, quem sabe ainda sobra uma graninha extra para gastar nas férias?

Quite as suas dívidas

É muito comum para o brasileiro utilizar o 13º salário, o cartão de crédito e até mesmo empréstimos para fazer as compras de Natal e Ano Novo. Além de arriscada, essa atitude pode se transformar em uma bola de neve caso você já tenha dívidas acumuladas.

Para terminar o ano com o saldo positivo e começar 2020 com o pé direito, é importante quitar suas dívidas, ou pelo menos começar esse processo.

Levante todas as contas atrasadas
– Entre em contato com as origens dessas contas — como o banco, o parente, sistema de negociação online ou quem quer que seja que você está devendo;
Negocie o pagamento dessas pendências.

Colocar na ponta do lápis tudo o que você deve é importante inclusive para que você consiga tomar as suas ações de final de ano de forma consciente: como comprar presentes ou viajar (incluindo taxas extras, juros e outros encargos acumulados)

Planeje os seus gastos

Quando o 13º salário cai na conta, pode parecer um “dinheiro extra” e é muito provável que seja tentador gastar tudo de uma só vez.

Mas lembre-se que na verdade esse valor pode ter uma direção mais certeira e eficaz para sua conta bancária.

Estas são algumas das prováveis despesas de fim e começo de ano que você deve levar em conta:

● Alimentação, roupas e transporte para as festas de Natal e Ano Novo;

● Presentes e lembranças para amigos e familiares;

● Matrícula, uniforme e material escolar caso você tenha filhos;

● IPTU;

● IPVA e seguro caso você possua um veículo;

Anotar estas e outras despesas previstas te possibilita ter uma visão geral de todos os possíveis gastos. Facilitando assim, a organização financeira e te dando um panorama do que esperar para os primeiros meses do próximo ano.

Crie listas

Neste período, somos bombardeados de informações e publicidade que nos incitam a comprar cada vez mais.

Não se permita ser manipulado, fuja das compras por impulso. O ideal é criar listas detalhadas com o valor que você tem para gastar, desde os presentes que vai comprar até a lista de compras de supermercado para a casa e para a ceia.

Quanto mais detalhada, menor será a chance de ser pego de surpresa.

Dê presentes que cabem no seu orçamento

Presentear é uma maneira maravilhosa de demonstrar carinho, mas isso não significa de forma alguma que é necessário extrapolar seu orçamento e se endividar.

Existem várias possibilidades de dar presentes fofos e atenciosos a preços super acessíveis.

Para isso, o primeiro passo é estipular o valor máximo que você pretende gastar. A partir daí você tem toda liberdade para pesquisar as melhores opções e também para usar a sua criatividade em presentes personalizados.

Procure saber o que a pessoa que você vai presentear está precisando. Muitas vezes é mais legal dar algo útil e baratinho do que algo caro que não terá utilidade para o presenteado…

Antecipe suas compras

Quem deixa as compras para a última hora tem que enfrentar vários problemas: os preços ficam mais altos, as lojas mais cheias, as compras online não são entregues a tempo, fora que as opções de presentes disponíveis nas lojas diminuem.

Se organize com antecedência, faça pesquisa e comparação de preços, veja se vale a pena comprar pela internet e aproveite os descontos que antecedem as festas de fim de ano.

A Black Friday, por exemplo é uma ótima oportunidade para conseguir presentes incríveis com ótimos descontos se você aproveitar as ofertas certas!

Este post tem ótimas dicas de como aproveitar a Black Friday sem se endividar no cartão.

Procure opções alternativas para se divertir e presentear

Você não precisa estourar seu orçamento para se divertir.

Tente pegar leve nas comemorações, procure opções de ceias e festas mais em conta e, se necessário, converse com seus amigos e familiares. Pode ter certeza que eles também vão gostar da ideia de economizar um pouco.

Algumas alternativas menos convencionais de comemoração, mas muito divertidas e que vão ajudar demais o seu bolso são:

● Opte por levar o happy hour e as confraternizações pra dentro de casa, pois programas em bares e restaurantes podem acabar saindo muito mais caros.

Combine com seus amigos e familiares de se reunir cada vez em uma casa e para todos se deliciarem juntos cada um levar um prato e uma bebida.

● Você não precisa comprar roupas novas para garantir looks lindos. Dê uma atenção especial às peças que você já tem e invista em acessórios para dar uma cara nova aos looks antigos. Essa ideia é econômica e sustentável.

● Dê presentes personalizados. Você pode cozinhar algo gostoso, criar uma peça artística ou até mesmo complementar um lembrancinha com um cartão significativo.

● O amigo oculto pode ser uma boa opção se a família é muito grande: assim todo mundo ganha presente, sem que você precise gastar tanto.

Procure pagar a vista para conseguir melhores descontos

Um dos maiores erros e também um dos mais cometidos pelos brasileiros é abusar do uso do cartão de crédito na hora de fazer as compras do fim de ano. Na maioria das vezes as pessoas vão gastando parcelado e quando recebe a fatura levam um susto.

Quando você opta por comprar à vista você tem mais controle dos seus gastos e ainda pode conseguir um bom desconto. Nunca se esqueça, que o limite do cartão de crédito não é salário, e sim contas a pagar.

Quando você desenvolve essa noção, percebe que comprar tudo no cartão reduzirá o seu poder de consumo no próximo mês ou em um momento de maior necessidade.

Assim as compras no crédito podem ser reservadas para investimentos maiores — como uma geladeira ou TV nova — e as menores ficam com pagamentos à vista.

Ah, e se você não tem o dinheiro, talvez seja uma boa repensar a compra. 😉

Não empreste seu cartão de crédito

Acima de todas as regras, essa talvez seja uma das mais importantes, junto com o pagamento das dívidas — não empreste o seu cartão!

Os riscos ao fazer isso são diversos , mas um dos maiores deles é o risco de ficar endividado com as compras de outra pessoa.

Segundo uma pesquisa do SPC, 17% das dívidas registradas foram feitas por terceiros —ou seja alguém que usou seu nome seu cartão ou seus cheques e não te pago.

Comece 2020 com o planejamento financeiro pronto

Não cometa o erro de só pensar no planejamento do próximo ano depois das festas de Reveillon.

Projete suas metas ainda em 2019 e guarde um pouco de dinheiro para colocá-las em prática no tempo certo. Para isso você pode contar com a ajuda de apps, blogs de educação financeira , planilhas online ou até mesmo da boa e velha agenda.

Por: Pago quando puder

Um blog de finanças, desenvolvido pela Meu Acerto, com objetivo de ajudar famílias a acabarem com suas pendências financeiras e terem mais qualidade de vida.

mais lidas

home-broker-banco-inter-como-funciona
Invista Direto

Tudo o que você precisa saber sobre o home broker do Banco Inter

Em dezembro, o Banco Inter deu mais um passo para romper barreiras desnecessárias e lançou a