Como sair das dívidas: 6 passos para acabar de vez com elas

Educação Financeira 13/06/2018 | 4:56

Você está chegando no segundo semestre do ano com a sensação que não fez nada com o seu dinheiro a não ser pagar dívidas?

Exagerou nas compras com seu cartão de crédito e acabou refém do limite do cheque especial?

Suas despesas sempre são maiores que o seu salário e a sensação que fica é de que “está sobrando mês no fim do dinheiro”?

E o pior, você não faz ideia de onde ele foi parar?

Então #contacomagente pra te ajudar a sair do vermelho e quitar as suas dívidas até o final do ano. Vem com a gente…

Confira 6 passos para acabar de vez com as dívidas

Conheça suas despesas

O importante é estabelecer metas de consumo bem delimitadas: o que você quer fazer até o fim do ano?

De quanto precisará para isso?

Sabendo exatamente aonde você quer chegar, será mais fácil fazer o planejamento.

Anote suas dívidas

Para controlar suas contas é essencial anotar todos os gastos.

Você pode utilizar um aplicativo, uma planilha do Excel ou mesmo um caderno.

Assim, você saberá exatamente para onde o seu dinheiro está indo e com o quê.

Isso te ajudará a não se perder nos pagamentos que precisam ser feitos e cortar o que é supérfluo.

Corte aqueles gastos desnecessários…

Uma boa saída é identificar o que realmente apresenta risco para sua saúde financeira.

Geralmente, são aquelas saídas em excesso no fim de semana, compra exageradas de roupas, sapatos, bolsas e até mesmo salão de beleza.

São elas que fazem o seu orçamento mensal triplicar.

Vale se policiar até mesmo em compras pequenas no supermercado.

Ah, outro ponto importante é não gastar tudo o que ganha com coisas que trarão um prazer imediato.

Essas compras te deixarão endividado com parcelamentos, empréstimos, cheques especiais e até mesmo com as faturas de cartão de crédito.

Crie metas!

O ideal é estabelecer um alvo para 2018, como  sair das dívidas até o fim do ano.

Com essa meta em mente, você pode separar as dívidas prioritárias e criar estratégias, como o pagamento das contas mais caras primeiro (já demos algumas dicas no nosso blog sobre o assunto) e utilizar o 13º salário para quitar as demais e começar 2019 sem contas pra pagar.

Outra boa saída é dividir suas metas por mês e dar um passo de cada vez

Negocie e pague suas dívidas

Você sabia que os maiores juros do mercado financeiro estão no rotativo do cartão de crédito e no cheque especial?

Como já dissemos, uma alternativa para organizar sua vida financeira é trocar as dívidas com juros mais altos por outras que ofereçam taxas mais competitivas.

Aqui no Banco Inter você pode recorrer ao nosso empréstimo consignado que tem a taxa de juros a partir de 1,30%, ou seja, até 10 vezes menor do que os encargos do cartão de crédito e cheque especial), por exemplo.

Você também pode optar pelo Crédito com Garantia Imobiliária, que oferece juros mais acessíveis.

Essas alternativas também podem ser interessantes caso você precise de dinheiro para as despesas do começo do próximo ano, como materiais escolares, viagem, pagamentos do IPVA, IPTU e demais despesas.

Conseguiu economizar? Invista!

Então, nossa dica é aplicar parte dos seus ganhos em investimentos de renda fixa.

Aqui no Banco Inter você pode aplicar a partir de R$ 30 no Tesouro Direto e R$ 100 em CDB e LCI.

Os rendimentos são atraentes e, no caso do CDB com liquidez, é possível resgatar a aplicação a qualquer momento, caso ocorra alguma emergência.

Além dos produtos de renda fixa, também oferecemos fundos de investimento como o Fundo Primus, que tem aplicação mínima de apenas R$ 100!

Conclusão

Agora que você já sabe o que fazer para aliviar seu bolso em relação às despesas e planejar melhor seu orçamento, #contapratodomundo e ajude aquele amigo que ainda está nessa situação a dar um adeus às dívidas.