7 dicas para não falir no Carnaval 2020

Educação Financeira 10/02/2020 | 1:49

Glitter, cerveja e animação… O Carnaval já está batendo na porta! Quatro dias de brilho, axé, bloquinhos, fantasias e, claro, muitos gastos. E, nesse caso, não tem fantasia que ajude a fugir da realidade. Como tudo nessa vida, cair na folia também tem o seu preço – e ele pode ser altíssimo caso você não se organize bem. Se você é aquela pessoa que espera pelo Carnaval o ano todo, tá na hora de fazer as contas e se planejar para não “falir” e nem se enrolar em dívidas intermináveis nos próximos meses.  

Confira abaixo 7 dicas para se organizar e não falir no Carnaval 2020:

1) Atenção ao pré-carnaval 👀

Oficialmente o carnaval começa mesmo no fim de fevereiro e vai dos dias 22 a 25. Mas a verdade é que já estão acontecendo vários ensaios de blocos. Muita gente já está na rua aquecendo os tamborins e é claro que os foliões vão atrás.

Se este é seu caso, insira os gastos com transporte, bebidas e comida nos gastos com entretenimento que já tem aos finais de semana e não fuja disso. Por último, vá com calma no pré-carnaval.  Lembre-se que faltam alguns dias para a folia chegar oficialmente e seu orçamento precisa sobreviver até lá.

>> Confira aqui 4 dicas de segurança essenciais para o Carnaval

2) Recicle as fantasias e use o que já tem no seu armário

Quatro dias de folia, quatro fantasias diferentes? Certo? Errado! Essa pode ser a primeira armadilha para seu dinheiro. A verdade que ninguém te conta é que dá para entrar no clima e ser criativo sem fazer um monte de dívidas no cartão. Nessa época do ano, as fantasias e itens de Carnaval dobram de preço. Então que tal dar um upgrade nas fantasias do ano passado? Pedir acessórios emprestados para os amigos ou até mesmo aproveitar o que você já tem no armário são outras opções.

Misturando algumas peças que você tem em casa também dá para elaborar várias fantasias legais: marinheiro, pirata e por aí vai. O toque final fica por conta dos acessórios que você pode encontrar em lojas de festas por menos de R$ 10. Nas lojas de aviamentos você também pode encontrar glitter, itens e tecidos que dão uma incrementada no look do carnaval por preço mais acessível. E, não se esqueça, o importante mesmo é usar roupas confortáveis para aproveitar a festa. 

3) Separe um valor para cada dia de carnaval

Sair passando a cervejinha dos amigos no seu cartão de débito/crédito pode ser uma grande cilada para o seu bolso. Não caia nessa! Pense em quanto você quer e pode gastar por dia e separe o seu dinheiro. Você pode sacar o dinheiro para ter maior controle dos seus gastos ou usar o seu cartão de forma bem controlada. Usar uma doleira (aquela pochetinha que fica escondida debaixo da roupa) pode ajudar a proteger melhor o seu dinheiro, documentos e até o seu celular. 

Seguindo o seu próprio orçamento todos os dias e dicas básicas de segurança, você não terá surpresas no final do mês.

4) Abasteça a dispensa de casa 

Dá para comer e beber em casa! Se na sua cidade tiver carnaval, opte por fazer mais refeições em casa. Comer na rua é sempre mais caro, fora as filas intermináveis. Quem passa o dia todo na rua, pode levar na pochete uma barrinha de cereais, castanhas e outros lanchinhos que são opções bem mais econômicas e dão uma força na hora que a fome bate.

Deixar a comida pronta para quando voltar da folia, também pode ajudar a evitar os gastos com restaurantes no fim do dia. E, se você gosta de beber com os amigos, comprar algumas bebidas e dividir o valor com a turma pode ser uma solução bem econômica. 

5) Use transporte público

R$6,00 aqui R$ 12,00 ali… Com tantos bloquinhos para ir e festas para aproveitar, os gastos com aplicativos de transporte ficam altos no fim da folia, né? Tenha em mente os locais onde deseja ir e veja se é possível usar o transporte público: ônibus ou metrô. Em algumas cidades, há inclusive transporte gratuitos oferecidos pelas prefeituras e organizações de eventos. Fique de olho nessas opções.

Ah, usar sapatos confortáveis para caminhar entre um bloco e outro também pode ajudar a economizar nos deslocamentos mais curtos. 

6) Organize bem suas viagens

Se você não curte a folia e vai aproveitar o feriado prolongado para viajar, lembre-se que também terá gastos. Pesquisar a hospedagem e passagens com antecedência, ajuda a controlar a despesa. Outra dica simples é com relação à alimentação: dá para preparar o café e almoço em casa (ou na pousada/hotel/hostel) e fazer apenas uma refeição na rua. Fazendo isso, as finanças já respiram mais aliviadas!

Se for para a praia ao longo do dia, que tal levar a própria água e alguns lanchinhos? Com certeza a conta no final do dia será bem menor. 

7) Há vida depois do Carnaval

O Carnaval é aquela data que todo mundo aproveita como se não houvesse amanhã. Mas a verdade é que há! Sem controle do que pretende gastar, a surpresa pode ser grande e ruim. Principalmente porque neste ano o carnaval cai no final do mês, quando as finanças já foram quase todas comprometidas com as outras despesas. E, além disso, no início do mês seguinte outras despesas virão.

Por isso, é bom pensar em quanto você pode gastar, mas também em quanto precisa poupar para começar o mês seguinte tranquilo, sem tantas contas atrasadas e com pouco, ou quase nenhum, dinheiro na conta.

Dicas anotadas? Agora é só curtir a folia! Tem mais alguma sugestão? Deixe aqui nos comentários!


mais lidas

home-broker-banco-inter-como-funciona
Invista Direto

Tudo o que você precisa saber sobre o home broker do Banco Inter

Em dezembro, o Banco Inter deu mais um passo para romper barreiras desnecessárias e lançou a