Dicas para usar bem o cartão de crédito do Banco Inter

Conta Digital 31/01/2019 | 6:21

Você não consegue pagar o valor integral da sua fatura do cartão de crédito e a cada mês suas dívidas só crescem? Se você e o seu cartão de crédito não estão se entendendo, chegou a hora de rever essa relação.

Segundo pesquisa do Banco Central, o brasileiro paga em média, por ano, 279,8% de juros do rotativo do cartão. A alta taxa de juros somada à falta de conhecimento sobre a melhor forma de utilizar o cartão pode resultar em dívidas.

Mas antes de pensar em ‘quebrar seu cartão’, é bom lembrar que ele não é o vilão, mas sim um instrumento importante que precisa ser utilizado com parcimônia e bastante cautela.

Para começar a mudar essa relação com o seu cartão, busque se educar financeiramente. Conhecer sua vida financeira é um passo fundamental para que as coisas comecem a mudar. Com mais conhecimento, você dificilmente cairá em tentações e nem fará dívidas maiores que o seu bolso.

Se você não sabe por onde começar e precisa de ajuda para colocar as contas em ordem, confira algumas dicas que vão fazer você enxergar seu cartão de outra forma.

Avalie bem o seu orçamento mensal:

Está gastando mais do que está ganhando? Fique de olho em todas as entradas e saídas do seu orçamento. Mesmo se tiver todas as suas contas em mente, lembre-se que alguns gastos inesperados podem surgir. Entre eles: um lanche, uma gorjeta e outros pequenos gastos que pesam na carteira.

Essas pequenas despesas que não percebemos ao longo do mês, impactam, e muito, o orçamento. E quando você não avalia esse impacto está criando um problemão.  Por isso, se você faz o pagamento desse tipo de despesa no cartão de crédito, poderá ter uma fatura bem maior no fim do mês. Ou se você faz o pagamento  das despesas utilizando o dinheiro que tem em conta, pode ser que falte dinheiro para quitar a fatura do cartão. Toda atenção é necessária.

Faça um bom planejamento: 

Conheça bem todas as suas despesas, sua rotina de gastos, onde costuma deixar a maior parte do seu salário e verifique suas últimas faturas de cartão. Assim, você saberá se o seu saldo mensal é positivo ou negativo. Se for positivo, é importante seguir controlando todas as suas despesas mês a mês. Se for negativo, é bom parar e fazer uma análise profunda do seu orçamento.

Comece colocando tudo no papel. As despesas fixas como moradia, saúde e também as variáveis como lazer, restaurantes, compras e outros. A partir das informações da sua fatura atual, você conseguirá estimar o valor das suas próximas faturas. Com esse valor em mãos, siga seu planejamento reduzindo algumas despesas para que consiga fazer o pagamento integral da sua fatura.

Tenha sempre uma visão de longo prazo da sua fatura: 

Já pensou em anotar tudo o que compra e em quantas parcelas dividiu sua compra? Uma boa dica é utilizar o Excel e lançar em uma tabela simples o valor da compra e qual parcela será paga em cada mês. Assim, você saberá o quanto terá que pagar todos os meses e terá uma visão a longo prazo. As anotações também podem te ajudar a suspender compras desnecessárias e a conhecer de perto seus gastos, impedindo novas dívidas.

Pague o valor integral da sua fatura na data de vencimento:

Pagar o valor mínimo sua fatura, ou após a da data de vencimento, faz você pagar juros. Embora o Inter ofereça as menores taxas de juros do mercado, ninguém gosta de pagar a mais pelo que consome. Certo?

Sempre que a fatura é paga após a da data de vencimento ou quando não é paga integralmente, (taxas serão aplicadas). No Banco Inter, a taxa de juros rotativo mensal é de 5%, uma das melhores do mercado.

Negocie suas dívidas no cartão: 

Quanto mais tempo você leva para quitar sua dívida de cartão de crédito, maior ela fica devido aos juros cobrados todos os meses. Por isso, se é correntista do Inter e quer negociar suas dívida do cartão de crédito utilize nossas plataformas online. Trabalhamos com as empresas Acerto Kitei, que possuem convênio com o Banco Inter para realizar negociação de faturas do cartão de crédito em atraso.

Troque sua dívida por uma mais barata: 

Se você quer mesmo negociar suas dívidas, é importante trocar sua dívida por uma mais barata. Mas o que isso significa? Que você pode solicitar crédito com taxas baixas e pagar sua dívida utilizando um dinheiro mais barato. O Banco Inter, por exemplo, oferece a servidores do estado e aposentados o crédito consignado com taxas a partir de 1,50% ao mês.

Valor inferior aos juros cobrado pelo cartão de crédito. Mas antes de fazer isso, é importante montar e conhecer seu orçamento. Afinal, o consignado faz um desconto direto na folha e, por isso, é importante saber se você poderá assumir essa parcela todos os meses para pagar suas dívidas.

Tem uma dívida e quer saber mais sobre como negociar? Fale com a gente pela Central de Ajuda do Banco Inter.  Se você ainda não tem o nosso cartão de crédito, basta solicitar a função crédito do seu cartão pelo app e aguardar a análise de crédito.

mais lidas

home-broker-banco-inter-como-funciona
Invista Direto

Tudo o que você precisa saber sobre o home broker do Banco Inter

Em dezembro, o Banco Inter deu mais um passo para romper barreiras desnecessárias e lançou a