5 dicas para usar seu 13º de forma consciente


Invista Direto 18/12/2019 | 2:16

O dia de receber a segunda parcela 13º salário está chegando! Com ele, aparecem também as despesas de fim e início de ano: presentes de natal, viagem com a família nas férias, matrícula escolar dos filhos, IPVA, IPTU… por isso, é muito importante saber organizar as finanças para fazer bom proveito do benefício. Afinal, você não quer correr o risco de piscar os olhos e o dinheiro já ter ido embora, não é? 

Nesse post te daremos 5 dicas para usar seu 13º de forma consciente e eficiente neste final de ano:

1- Comece planejando

A falta de planejamento financeiro é, infelizmente, bem comum entre os brasileiros. Gastar sem se programar pode gerar dívidas desnecessárias. Por isso, recomendamos que você tenha total controle sobre o seu orçamento.

Uma boa dica é anotar durante o mês todos os seus gastos: padaria, supermercado, academia, gasolina… até a balinha que você compra no mercadinho.

Assim, você saberá exatamente para onde seu dinheiro está indo e conseguirá medir quais despesas podem ser cortadas ou reduzidas. Sabendo dessas informações, a chance de aprender a poupar e aproveitar o 13º salário vai ser bem maior!

2- Estabeleça prioridades

Depois de  analisar os seus gastos com cuidado, faça uma lista com suas prioridades:

  • Pense em todos os custos inevitáveis que você tem e quais deles merecem maior atenção. 
  • Tenha em mente que é melhor ficar livre de algumas dívidas do que criar novas dívidas. 
  • Com o Natal chegando, uma boa ideia é conversar com sua família e chegarem juntos a um consenso em relação aos presentes de fim de ano. Considerem que nessa época os preços tendem a subir, em função da alta demanda. Se a troca de presentes em outra época for possível, ótimo! 
  • Se optar por comprar online, procure por opções com cashback!

    Com essa pequenas atitudes, além de gastar seu 13º com o que realmente importa, você ainda pode ensinar os seus familiares sobre finanças!

3 – Pague contas atrasadas com o 13º salário

A gente sabe que dívidas viram uma verdadeira bola de neve caso não sejam gerenciadas. Usar o 13º para quitar – ou pelo menos amortizar – esses débitos é uma excelente opção. 

Por mais que você fique tentado a gastar o benefício com presentes ou roupas, pense bem: isso só vai fazer com que você acumule mais despesas! Opte por pagar as dívidas com juros mais altos ou aquelas cujo serviço pode ser cortado. 

Se você tem um financiamento, é uma boa hora para tentar negociá-lo ou antecipar parcelas.

4 – Crie uma reserva

Você está tranquilo financeiramente, sem dívidas, mas não consegue guardar dinheiro? Se você não tem esse hábito, faça o possível para cria-lo! É sempre bom ter uma reserva para emergências. 

A gente nunca sabe quando vai precisar de um recurso de última hora, né?!

Melhor do que ter uma graninha guardada é fazê-la render. Investir sua reserva em CDB com liquidez diária te garante boa rentabilidade e você tem a possibilidade de resgatar a aplicação a qualquer momento. Aqui no Banco Inter você investe nesse produto de renda fixa de forma fácil, pela Plataforma Aberta de Investimentos. Com certeza é um excelente destino para seu 13º salário!

5 – Invista seu dinheiro

Se você já tem uma reserva para urgências, pode aproveitar o benefício ou parte dele para diversificar seus investimentos. 

Opções como Tesouro Direto, Letra de Crédito Imobiliário (LCI) e Fundos de Investimentos podem trazer retornos vantajosos para você. Lembre-se: quanto mais tempo você deixa o dinheiro aplicado, mais ele vai render. 

Por isso, avalie se será viável manter o recurso investido por um período maior e, se for possível, não deixe essa oportunidade passar!

Comece 2020 com o pé direito! Use sua remuneração extra com inteligência e curta o fim de ano com consciência! E aí, já sabe o que vai fazer com seu 13º salário? Conta pra gente nos comentários!

mais lidas

home-broker-banco-inter-como-funciona
Invista Direto

Tudo o que você precisa saber sobre o home broker do Banco Inter

Em dezembro, o Banco Inter deu mais um passo para romper barreiras desnecessárias e lançou a